Google search

Otimização dos Motores de Busca, (SEO – Search Engine Optimization), é um tópico complexo e difícil de discutir em apenas um artigo. No entanto, através deste infográfico é possível ter um panorama geral, desde conteúdo a palavras chave, links de entrada, redes sociais, e outros. A imagem do infográfico é grande, aconselho ler primeiro o artigo.

Não estamos em 2006 – o SEO está diferente

Para ter sucesso com SEO é necessário criar uma estratégia que seja uma combinação de bom conteúdo (artigos), links credíveis e sinais sociais. Cada um destes elementos irá suportar a estratégia geral, já que vai agregar valor aos leitores, criar autoridade, perceção de marca e permitir a distribuição mais fácil do nosso conteúdo através dos vários canais.

O mundo dos motores de busca é altamente complexo, e nos dias que correm não se pode abordar o assunto de forma simplista. Uma boa otimiação de motores de busca requer saber e conseguir gerir vários elmentos, desde conteúdo a palavras chave, assim como uma presença inteligente nas redes sociais e outras atividades de angariação de links. Ao nos concentrarmos nestes alicerces, estamos a criar uma infra-estrutura que irá suportar um website com bom posicionamento para os tempos vindouros.

WebSpam?

As atualizações do Google relativamente aos resultados dos motores de busca vão ao encontro de tornar os resultados mais relevantes para os utilizadores, porque é este o objetivo do Google. O Webspam é uma forma artificial e manipulativa de angariar links de entrada (inbound links).

Devemos, em vez disso, angariar links reputáveis, credíveis, e que contenham autoridade (importância). Os links foram e sempre serão importantes, talvez com níveis diferentes de importância à medida que a web for evoluindo. Alguns “profissionais” do SEO, numa tentativa de aumentar o posicionamento da página deles nos resultados de pesquisa, criam milhares de links de spam. Quantos mais links, melhor, “né”? Errado. O Bing, Yahoo, ou o Google não são parvos, são empresas bilionárias. O Google tem empregados que já foram cientistas na NASA, podemos pensar que, ao menos, o algoritmo do Google é esperto o suficiente para saber quais são os sites que não merecem credibilidade nenhuma, e para os dinstinguir daqueles que agregam valor.

Agora, com o update mais recente do Google (Penguin 2.0), os sites que previamente faziam spam com links de baixa qualidade estão a ser penalizados sem força. Quer você esteja a fazer posts convidados (guest blogging) ou a pedir consultoria juntamente duma agência digital que lhe forneça serviços de SEO, insista com eles para que lhes forneçam links de qualidade para o seu website.

Infográfico: 200 factores que influenciam posicionamento no algoritmo do Google

De acordo com um artigo na Forbes, manter e melhorar o posicionamento do seu website pode ser uma tarefa esgotante. De cada vez que o Google faz mudanças no algoritmo, todo o seu projeto por ir por água abaixo, prejudicando empreendedores(as), webmasters e outros, ao tentarem fazer mudanças para que os seus websites não caiam no posicionamento dos resultados do Google.

Com a atualização do algoritmo do Google, o Penguin 2.0, o objetivo é cortar no webspam e prejudicar aqueles que não prestam valor para o utilizador.

Tentar manter-se a par das mudanças do Google pode ser desafiante, porque há um grande número de factores que podem mudar a toda a hora. Para ajudar a tornar o mundo do SEO um pouco mais simples, as empresas Backlinko e Single Grain criaram este infográfico que mostro de seguida, onde fizeram a coleção de 200 factores que o Google considera ao posicionar websites nos motores de busca. Esta informação foi recolhida de centenas de outros recursos, incluindo blogs sobre SEO e citações feitas por Matt Cutts, o responsável por esta área no Google.

De forma geral, é importante prestar atenção ao conteúdo e palavras chave que queremos atacar. Estas deverão estar nas meta tags de título do seu website porque ajudam a sua empresa ou projeto e ter melhor desempenho do que outras páginas que não tenham esta informação e tags. Os backlinks também são importantes, como descrito anteriormente, e devem apontar para o seu website, vindos de fontes credíveis. O terceiro elemento são os sinais sociais, já que o Google está a dar mais importância ais retweets, partilhas no Facebook e Google+, entre outros.

Como assimilar este infográfico

  • Não tente perceber logo tudo duma vez
  • Guarde a imagem de forma a que consiga ver tudo
  • Analise a informação por etapas
  • Não faça webspam

Infográfico por Backlinko e Single Grain

Imagem alojada em Entrepreneur.com


Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formPost comment