exemplo de anuncio linkedin

O LinkedIn pode ser uma boa ferramenta para ser usado por comerciais, agentes, empresários, profissionais de serviços e até pessoas à procura do primeiro emprego (ver outro artigo). Será que dá para usar o LinkedIn para efeitos de marketing? Mais e mais empreendedores estão fazer uso do Linkedin para promover os seus produtos, serviços e conteúdo.

Logotipo linkedin numa tablet

O LinkedIn não é só sobre ligarmo-nos a pessoas que conhecemos ou queremos estar conectadas. O Linkedin tem também uma plataforma de anúncios, do mesmo género PPC (pay-per-clic = pagar-por-clique), assim como também tem o Google com o Adwords e o Facebook com os seus anúncios.

Leia este artigo e faça referência a ele pois vamos guiá-lo nos passos necessário para poder criar a sua própria campanha de anúncios no Linkedin. Pronto? Então vamos lá.

Crie a sua campanha de anúncios LinkedIn

Passo 1: Crie uma nova campanha de anúncios

Para criar uma campanha de anúncios Linkedin, vá a https://www.linkedin.com/ads/. Depois clique em New ad campaign e Start New.

nova campanha de anuncios linkedin

Escolha um nome para a campanha de anúncios, que se relacione com a campanha e seja fácil de ser reconhecido se mais tarde você estiver a correr vários anúncios e campanhas.

nome campanha linkedin

O nome que escolher só vai ser visto internamente pelo sistema, ou seja, por si, portanto quanto mais o nome for informativo, melhor, e ajudará mais tarde na organização dos anúncios e campanhas.

Eis um exemplo dum nome que podíamos dar a uma campanha. Supondo que nós iríamos correr uma campanha para determinar que tipo de segmentação demográfica podíamos usar, eis o que poderíamos escrever no nome da campanha:

Beleza e Saúde Fit Portugal – Feminino 24-44

Mais tarde quando lermos o nome que lhe demos, sabemos exatamente a quem estamos a orientar a nossa campanha sem ter de clicar nela. E para dar um mau exemplo, um mau nome para a campanha seria:

Beleza e saúde teste 2

Ao chamarmos a campanha de “teste 2” não sabemos ao certo quem é que estamos a tentar segmentar só ao olhar para o nome da campanha. É tudo uma questão de organização e mais vale gastar uns segundos extra para escrever um nome apropriado.

Passo 2: Selecione a sua língua

Você pode agora escolher qual a linguagem quer que o seu anuncie esteja configurada. O LinkedIn não traduz o seu anúncio noutras línguas, mas pode ser escrita noutras línguas, desde que o LinkedIn as suporte, de entre a lista.

lingua anuncios linkedin

Passo 3: Escolha o seu Media Type (tipo de média)

Passo seguinte é escolher entre os dois tipos de média, ou meio, que o LinkedIn poderá mostrar o seu anúncio: básico em formato de texto ou um anúncio de vídeo. Os vídeos deverão ter até 30 segundos de duração máxima.

media type linkedin

Passo 4: Escreva o seu texto

Pode começar a escrever a sua copy. Decida primeiro para onde quer que as pessoas vão depois de clicarem no seu anúncio. Você pode enviar pessoas para uma página web externa, como uma landing pagetambém chamada de “página de destino”, uma landing page é uma única página web que aparece como resultado do utilizador ter clicado em algum link num motor de busca ou num anúncio. A landing page terá cópia, ou seja, texto, que será uma continuação lógica do anúncio, link, ou resultado no motor de busca. para uma oferta que tenha no seu website, ou pode enviá-los para uma página dentro do próprio LinkedIn sbore a sua empresa (a página da empresa, ou para um grupo).

ad variation anuncio linkedin

Título do anúncio: O título não pode ter mais de 25 caracteres.

Corpo do anúncio: O corpo do anúncio pode ter até 75 caracteres. O texto no anúncio deverá ser relevante para o utilizador que visionar o anúncio, assim como a oferta ou página para a qual ele irá ser direcionado. O ideal será criar um anúncio para cada tipo de segmento e escrever o texto para cada público específico. Por exemplo, se estivéssemos a anunciar equipamento de gestão para dentistas, colocar as palavras “Guia gestão para Dentistas” teria uma maior taxa de cliques (CTRCTR é Click Through Rate, a taxa de cliques. É calculado com o número de visualizações (impressões) que um anúncio teve, com o número de vezes que foi clicado. Se um anúncio foi visto 100 vezes e foi clicado duas vezes, a taxa de cliques (CTR) é de 2%.) que texto que não fosse específicamente escrito para eles.

Apelo à ação (CTACTA significa Call To Action. Em Português podemos traduzir isso como Apelo à Ação. Um apelo à ação é uma “ordem” que queremos que o utilizador faça, por exemplo, “clique aqui”, “descarregue este ebook”, “subscreva-se”, etc. ): Ter um apelo à ação na sua cópia irá ajudá-lo a melhorar a taxa de cliques dos seus anúncios. Diga às pessoas o que elas têm de fazer: “descarregue o seu guia” ou “clique para redimir o cupão estética”.

Valor: Coloque a sua verdadeira vantagem no texto, para que as pessoas queiram estar mais propensas de clicar na sua oferta. Se lhes disser “25% desconto do livro”, ou “Oferta dois lugares seminário só hoje” está efetivamente a informar as pessoas do que elas podem ganhar ao clicar no seu anúncio.

Variações de anúncios: Experimente testar a sua copycopy vem de copywriting, pode-se traduzir como cópia e significa o texto que escrevemos na nossa página de vendas.. Você pode criar até 15 variações do seu anúncio em cada campanha de anúncios, e todas as variações da mesma campanha serão vistas pelas mesmas pessoas. Estas variações permitem-lhe testar diversos tipos de imagem e cópia para encontrar aquilo que funciona melhor para o seu público alvo.

Passo 5: Segmente o seu anúncio

Segmente o seu anúncio de acordo com parâmetros específicos para que possa ter mais conversõesisto refere-se ao ato de conversão, que poderá ser a taxa de conversão de utilizadores que viram um anúncio e clicaram nele, ou que visitaram um website e compraram algo lá, etc, e para que o anúncio seja mais relevante e tenha mais cliques. O LinkedIn permite-lhe segmnetar por localização, empresa, título, escola, competências, grupo, sexo e idade.

segmentar campanha linkedin

Localização: Deve selecionar pelo menos uma localização para os seus anúncios. Dependendo do sua indústria, uma segmentação mais profunda poderá ser vantajosa. Pode selecionar uma área geográfica tão generalista quando um continente, e tão específica quanto um distrito ou estado dum país. Também pode segmentar a cópia do anúncio apenas para zonas específicas, como por exemplo, uma empresa de engenhar que presta serviços a barcos de grande porte a anunciar em zonas perto da costa.

Empresa: Se o seu público alvo trabalha numa empresa específica, você poderá atingi-los diretamente, mesmo por nome. Não é necessário saber nomes para fazer isto porque o LinkedIn permite-lhe também segmentar empresas baseado em categorias, do género estético, jurídico, financeiro, etc.

Título: Se o produto ou serviço é mais virado para o Diretor Financeiro (Chief Financial Officer), então segmentar apenas CFOs irá aumentar as suas conversões e reduzir os gastos. Pode escolher títulos específicos, funções e antiguidade. É possível escolher desde o chefe maior ao chefe mais pequeno passando por aqueles em posições inferiores para os quais queremos que os nossos anúncios apareçam.

Escola: Pode segmentar o seu anúncio conforme o percurso académico escolhido pelo público alvo que pretende alcançar. Se sabe que muitos dos seus potenciais clientes andaram em determinada universidade, poderá ser útil alcançá-los através desta opção.

Competências: Da mesma forma, é possível escolher o público alvo de acordo com competências técnicas que eles possuam, como por exemplo, consultoria financeira, programador, planeamento estratégico, etc.

Grupo: Poder escolher as pessoas que vêem os nossos anúncios através dos grupos é um grande trunfo de segmentação, porque um grupo à partida terá membros muito específicos em determinada atividade ou interesse, e esta opção poderá ser benéfica para si.

Sexo e Idade: Se o seu público está muito orientado como sendo masculino ou feminino e/ou através da faixa etária, então usar esta segmentação será vantajoso para escolher os anúncios mais apropriados conforme o tipo de público.

Passo 6: Escolha o seu método de pagamento

Depois de selecionar as opções de segmentação, você pode escolher uma de duas formas de lciitação. Aqui pode-se deparar com duas opções, ou paga por clique (CPCCPC é cost-per-click, ou custo-por-clique) ou paga por impressões (CPMCPM é cost-per-mille, o que quer dizer custo por mil). Se pagar por clique, será cobrado cada vez que alguém clicar no anúncio. O LinkedIn sugere um orçamento de licitação dependendo do seu orçamento e da competição do anúncio: quantos mais anunciantes houverem a licitar numa campanha semelhante, mais alta será a sua licitação. Esta licitação é o máximo que lhe irá ser cobrado. Se a taxa atual for mais baixo que a sua licitação máxima, você só será cobrado a taxa atual. Se escolher pagar por mil impressões, irá ser cobrado uma certa quantia de cada vez que o seu anúncio for mostrado para cada mil pessoas no LinkedIn.

Pode não ser fácil decidir por que tipo de licitação usar: ao escolher entre CPC e CPM, pense primeiro no seu objetivo com isso. Está a tentar fazer com que o máximo possível de utilizadores vejam o seu anúncio para que isso ajude com a perceção da marca? Se sim, então CPM será a escolha mais apropriada. Se quiser com que o máximo possível de utilizadores cliquem no seu anúncio para levar visitantes para o seu website, ou gerar uma lead é um pedido de contacto ou de orçamento, então CPC poderá ser a escolha mais certa para si.

No que toca a escolher um valor de licitação máximo, isso terá de ser feito por tentativa e erro. O LinkkedIn dará uma recomendação sugerida, que pode ser um bom ponto de partido, mas isso é baseado em automatismos do sistema, e não há nada como a escolha e o pensamento humano. Pense em quando o seu público poderá estar mais propício de estar online. Poderá querer licitar mais alto durante essa altura do dia para se certificar que os seus anúncios têm uma licitação média mais alta comparada com o uso atual e competitividade na indústria. Experimente com os licitamentos para saber qual será o melhor ROIROI é Return On Investment, que se pode traduzir como Retorno Sobre o Investimento

método de pagamento linkedin - CPC ou CPM

Passo 7: Defina um orçamento diário

Estabeleça um orçamento diário que funcione melhor para si ou para o orçamento da sua empresa. Antes de investir muito dinheiro numa campanha, teste primeiro o sucesso – ou falta dele – de cada campanha e variação de anúncio, porque você não quer investir €800 num anúncio que depois acaba por não ser relevante para o seu público alvo.

Vamos supor que você é o Diretor Comercial duma frota de automóveis. Você parte do princípio que a maioria do seu público alvo são homens, e é a eles que lhes “dirige” os anúncios. Mas depois de gastar alguns milharzitos de euros, chega à conclusão que só teve 20% dos pedidos de orçamento que estava a pensar ter. Depois de fazer alguma pesquisa no assunto, descobriu que as pessoas perto dos seus estabelecimentos até podiam ser mulheres à procura de arranjos rápidos nos automóveis delas. Não era bem melhor saber isto logo à partida antes de gastar esse dinheiro todo em anúncios?

Os anúncios Linkedin podem ter muito bom sucesso quando os segmentamos para determinados tipo de nichosUm nicho é um segmento de mercado, uma certa indústria, profissão ou atividade de mercado. Devido às variadas opções de segmentação, a maior parte das indústrias pode encontrar sucesso no LinkedIn. Não tenha medo de testar as águas, e se as coisas estiverem a correr bem, coloque um orçamento maior na coisa, e veja as leads a entrar.

Passo 8: Decida se quer Coleção de Leads

O LinkedIn oferece a opção de colecionar leads a seu favor. Esta opção permite às pessoas para pedir por mais informação ou ser contactada pela sua empresa por via duma caixa de escolha no fundo do anúncio. Você será notificado por email quando alguém pediu por mais informações, dando-lhe a si a oportunidade de poder responder prontamente e potencialmente tornar aquelas leads em clientes. Tenha em atenção que a única forma de contactá-los é por via do LinkedIn InMail, ou seja, você não irá receber um email ou n.º de telefone da lead para o qual possa contactar a pessoa.

coleção de leads no linkedin

E por fim, você poderá escolher se quer que a sua campanha seja vista contínuamente ou até uma certa data.

Relatório de estatísticas LinkedIn

Depois de ter criado a sua primeira campanha, você poderá medir o progresso e os resultados na plataforma de anúncios do LinkedIn. Aqui será possível ver um gráfico que mostra os cliques, o gasto, o CTR e outros fatores ao longo dum determinado período de tempo. Também poderá ver estatísticas e CPC médio de cada campanha para poder tomar decisões inteligentes em como poderá otimizar cada campanha. Para todos os anúncios PPC, o CTR será um número pequeno. No LinkedIn, um bom CTR a ter estará por volta dos .04%.

relatorio estatisticas linkedin

Se tiver campanhas que estão a ter um desempenho fraco, há várias coisas que pode fazer paras as melhorar. Clique na campanha em questão para analisar só os dados dessa campanha específica. Todas as variações de anúncios irão aparecer com dados relativos a cada um. Veja o CRT de cada um dos anúncios. Há uma variação de anúncios que é melhor do que outra? Se sim, poderá ser bom pausar a campanha com menor desempenho. O Linkedin mostra automaticamente com menos frequência as campanhas com menor desempenho, portanto investir mais recursos nas suas variações mais eficientes irá ajudá-lo a atingir os seus objetivos.

ad variations linkedin

Depois dos anúncios, os resultados?

Depois de termos os anúncios no ar e os utilizadores a clicarem neles, está na hora de saber se isto está mesmo a levar visitantes qualificados para o seu website. Isto é uma coisa que o LinkedIn não lhe poderá dizer, você tem de ter algum tipo de relatório de dados destas campanhas para saber quem é que está por detrás deste tráfego. Quando alguém clica no seu anúncio e “aterra” no seu website, ponha o conteúdo que você quer oferecer por trás dum formulário de subscrição. Neste formulário, pergunte aos visitantes questões importantes que o irão ajudar a qualificá-los como boas leads, ou não. Este tipo de captura de formulário de cpatura de leads deve estar ligado à sua CRM (Customer Relationship Management), que é um software de gestão de relações com os clientes, para que quando a informação das leads esteja na sua CRM, a sua equipa de vendas pode agir de acordo com estas leads, e torná-las em clientes.

Depois de criar várias campanhas no Linkedim, espreite os dados do formulário na landing page (página de destino) na sua CRM. Os visitantes para o seu website vindas do LinkedIn geram leads de qualidade? Estão a tornar-se em clientes? Se não, talvez seja bom dar uma passagem pelas campanhas. Por exemplo, os seus anúncios LinkedIn poderão estar a atingir utilizadores em empresas contendo 1-10 trabalhadores, mas você descobre que a maioria das leads que se converteram em clientes vêem de empresas que têm 50-100 trabalhadores. Páre de se focar nessas empresas pequenas. Devido às grandes capacidades de segmentação do LinkedIn, você pode decidir concentrar-se em empresas de 50-100 trabalhadores, 100-200, ou mais, o que poderá aumentar o número de vendas vindas das suas campanhas de anúncios Linkedin.

exemplo de anuncio linkedin

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

4 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment