Criar e lançar o seu primeiro website para o seu negócio é um momento especial, porque é isso que vai simbolizar o lançamento do seu negócio para todos online o poderem ver.

Mas também significa que está então na altura de criar um público-alvo e um produto. Mas antes de fazer isso, precisa de ter o site pronto.

Esqueça ter o website dos seus sonhos

É tentador querer fazer tudo e mais alguma coisa com o seu primeiro website. Sente-se entusiasmado(a), tem muitas ideias, e de repente, já se passou uma semana e ainda nada ficou feito.

Esta não é a altura para encontrar um “ganda” designer para criar um logótipo profissional para si – use um logo em texto para desenrascar, pelo menos por agora.

Esta também não é uma boa altura para criar “aquele” website, ou seja, querer criar um super-duper website dos seus sonhos, porque uma página é o que chega para concretizar o seu objetivo, pelo menos por agora, mais tarde pode (e deve) desenvolver com mais profundidade o website.

Sim, um website duma página, leu bem.

2 requisitos para o seu site – só dois

Há dois requisitos importantes para o seu primeiro website:

  1. Deve ser apenas uma página
  2. Deve ter uma forma de se manter em contacto com as pessoas

Primeiro que tudo, tenha, por favor, a disciplina de criar apenas uma página por agora. Isto vai ser incrivelmente difícil, quer acredite quer não. E recomendo isto, desta forma, porque você ainda não sabe bem aquilo que o seu negócio vai ser ou se vai tornar.

Segundo, tem de ter uma forma para que as pessoas o consigam contactar. Se me perguntasse agora um erro que eu cometi quando comecei há 10 anos nisto do marketing digital, eu ia responder “Quem me dera ter criado uma lista de emails”.

É por isso mesmo que quero que os meus leitores aprendam com os meus erros e possam evitar 10 anos dum erro tão simples.

O seu site de uma página vai então ter uma maneira para que você se consiga manter em contacto com o seu público-alvo, e vai fazer isto ao captar os seus visitantes para uma lista de emails.

Que plataforma escolher?

Ora aqui está a primeira grande decisão: em que plataforma criar o site?

Existem várias opções. Recomendo um gestor de conteúdos, porque lhe permite, com algum grau de dificuldade (mais fácil ou mais difícil) criar um website sem ter de escrever código ou programar. O ideal é contratar um developer ou uma agência, mas por agora isto chega.

Recomendo vivamente estas duas plataformas antes de começar a crescer e poder depois contratar alguém:

  1. Squarespace – a forma mais fácil de ter um site online. Custa cerca de $11 a $36 e tem um período à experiência gratuito de 14 dias. Tudo fica alojado nos servidores deles, portanto não tem de se chatear com um web host ou outro tipo de software. O Squarespace pode sofrer de alguma flexibilidade quando compara com outras soluções, mas se você não é uma pessoa técnica nem tem paciência, esta é a melhor opção.
  2. WordPress – um gestor de conteúdos gratuito e open source, mas que necessita dum web host para ter o seu site no seu próprio domínio. É a opção mas flexível, e pode ser personalizado para uma série de situações (o website da nossa agência corre em WordPress). Este gestor de conteúdo é uma das formas mais económicas de criar um bom site, tendo apenas o custo do domínio e alojamento, que pode ir de €70 a €200 em pacotes básicos.

Você deve escolher a plataforma em que:

  • consiga usá-la por si próprio(a) (sem a ajuda dum designer/programador)
  • permita o site ser escalável (ter +páginas/funcionalidades)

Escolher o alojamento

Um web host é uma empresa que aloja os dados do seu website e faz com que estejam disponíveis na internet. Sem alojamento, não teria um website.

O Squarespace já trata disto tudo, portanto não tem de se preocupar com isto.

Quanto ao WordPress (e praticamente todas as outras plataformas), irá precisar de alojamento.

Tenho uma recomendação, mas a indústria do alojamento é um bocadinho sensível, portanto não vou escrever nenhuma recomendação por escrito neste artigo. Aconselho(a) a fazer a sua investigação e a procurar uma empresa de confiança, seja em Portugal ou lá fora.

Escolha um serviço de email marketing

Lembre-se que este é um dos dois requisitos de ter o seu primeiro site. Ter uma lista de emails só é possível se usar alguma ferramenta ou serviço de email marketing.

É o serviço de email marketing que lhe vai permitir manter-se em contacto com as pessoas da sua lista, que, mais uma vez, é um dos requisitos para o seu site.

Eis três serviços que aconselho:

  1. MailChimp – uma empresa estabelecida no mercado com um interface fácil de usar. Tem desde campanhas de email básicas e workflows automatizados (mas para planos pagos). É gratuito até 2000 subscritores (sem automação). Planos pagos começam a partir de $10 e aumentam conforme a sua lista cresce.
  2. E-goi– o E-goi é uma empresa Portuguesa com funcionalidades idênticas a outros grandes players no mercado, incluindo SMS e automation (a que eles chamam carinhosamente de Autobots). Têm modelos de preços diferentes conforme o tipo de envio.
  3. ConvertKit – uma empresa relativamente nova no mundo do email marketing, mas com muito potencial. Tem um interface simples e fácil de usar, em que se pode criar rapidamente formulários, landing pages simples e tem também funcionalidades de automação. O preço começa a partir de $29 por 1000 subscritores.
  4. Psst. Recomendação bónus: Active Campaign – estava relutante em fazer esta sugestão porque não quero que você esteja a perder tempo, e também porque este é um serviço um pouco mais avançado. Recomendo o Active Campaign porque é uma plataforma de email marketing com várias funcionalidades de automation, mas que não aconselho para iniciantes porque pode ser complicada de implementar.

Há vários outros fornecedores de email marketing. Se quer usar outro que não esteja na lista, força. O que interessa é avançar e focar-se no objetivo, que é cria o seu site.

Crie apenas uma página

Agora que temos todos os elementos em vigor, está na altura de criar o seu website de uma página.

O objetivo para esta página é comunicar aquilo que o seu negócio faz, a quem se destina, e como é que as pessoas podem saber mais.

Eis o que sugiro ter nesta página:

  • O nome do seu negócio
  • Uma tagline
  • Uma foto (de si ou da empresa)
  • Um parágrafo com o seu elevator pitch
  • Uma call to action (apelo à ação)
  • Um formulário de opt-in (para captar os dados deles para a sua lista)

O seu elevator pitch

Há quem lhe chame “proposição única de vendas”, mas o elevator pitch consiste em ter um título e descrição que chama à atenção das pessoas.

Neste exemplo do Squarespace, temos o título “Set your website apart” e um parágrafo que começa com “Create a beautiful website […]”

Homepage Squarespace

Isto não requer um website em larga escala. Basta uma página, pelo menos por agora.

Um site de 1 página é só o que precisa por agora

Não precisa de mais nem menos. Um site de uma página é o suficiente para poder dizer a si próprio “Tenho um projeto, sou empreendedor e vou lançar o meu negócio”.

Para lá chegar, fique-se pelo plano e resista a tentações. E o plano é:

  • Escolher a plataforma (SquareSpace, WordPress)
  • Escolher o alojamento
  • Escolher um serviço de email marketing
  • Criar um site de uma página

Ao se cingir ao plano tal e qual como aqui está apresentado, irá estar em breve a adicionar mais páginas ao seu site, a lançar o seu produto, etc. Mas se começar a complicar, vai-lhe custar tempo e energia. Então porquê não começar, já hoje?

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 4778

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment