carta com borda azul

Toda a empresa quer ser conhecida, cada empreendedor(a) bem sucedido. Mas tantas delas não têm a atenção que merecem ou gostavam ter. A sua mensagem desaparece na obscuridade e irrelevância. Mas porquê?

Porque negligenciam o factor mais importante no que toca a criar e manter uma marca. Esquecem-se dum pormenor de marketing, uma lista de emails, angariada de forma permissiva e não comprada nem alugada, como é o caso de muitas empresas em Portugal que ainda não perceberam a coisa.

Qual o tamanho da sua lista?

Quantas pessoas têm na sua lista de emails, ou lista de subscritores do blog. A lista é importante, porque o email é importante, independentemente das teorias anti-email que se lançam que afirmam que o email morreu.

Se o email está morto, então porque é que as redes sociais pedem um email antes de criar uma conta? Porque é que muitas pessoas verificam o email delas logo de manhãzinha?

Porque o email é a forma mais potente de comunicar na internet.

As pessoas verificam as suas caixas de correio diariamente, e por vezes várias vezes por dia, seja a nível pessoal ou profissional.

O email não está morto, bem pelo contrário, e tendo tanta antiguidade quanto a internet, não vai a lado nenhum tão depressa. Este meio de comunicação irá manter-se fiel e eficaz, e vai ver as carrinhas da moda a passar.

Estudos não mentem

De acordo com um estudo da Harvard Business Review, o email faz parte da vida de muitas pessoas, em que muitas delas passam metade do tempo delas nas caixas de correio.

Embora ainda não seja um meio perfeito num mundo em constante evolução, o email desempenha um papel importante na vida das pessoas. Com quase 4 biliões de contas de email, e quase 5 biliões de contas estimadas para 2017, nem o Facebook lhe bate (até porque o Facebook requer email, lembra-se?).

Se até agora esteve a empatar angariar uma lista de pessoas envolvidas com a sua marca porque pensa que é uma coisa do passado, está na altura de encarar a realidade.

Benefícios duma lista de emails

O email não é rei, é imperador. É a melhor forma de tirar partido dum público-alvo envolvido, vender um produto online, ou criar “top-of-mind” para o seu evento ou serviço. Sem o email, você vai ter bastante atrito na divulgação que a sua mensagem merece.

Quando tiver uma lista de qualidade, e enviar emails para ela, poderá ter respostas de volta e mais envolvimento do que nas redes sociais ou no blog do website, se o tiver. Quando enviamos um link para a nossa lista, as pessoas clicam nele. Se falamos sobre um novo projeto no portfolio, as pessoas vão ver.

O email é potente e eficaz por causa disto:

  1. O email é pessoal. É casual, amigável, uma boa forma de angariar a confiança das pessoas;
  2. O email é direto. Não há intermediários, a sua mensagem é enviada diretamente para o seu público-alvo;
  3. O email é privado. As pessoas sentem-se mais à vontade para partilhar problemas ou questões que possam ter (ao contrário de comentários em blogs ou redes sociais).

Está a perder terreno se ainda não angariou uma boa lista de emails, de pessoas que estão interessadas naquilo que tem para lhes apresentar.

Criar a lista, e o que fazer depois

Espero que por esta altura se sinta motivado(a) e perceba os benefícios do email. Então e agora, como começar, o que fazer? Eis o que aconselho.

  1. Arranje um bom fornecedor de email. Escolha alguém de confiança como o Egoi, MailChimp ou Aweber. A E-goi é Portuguesa, o MailChimp é gratuito até 2000 subscritores e a Aweber têm um mês à experiência por um dólar norte-americano;
  2. Crie um formulário de inscrição à maneira. Tem de ser óbvio e profissional. Se o seu website não tem um formulário apropriado, então não irá tirar partido desta estratégia;
  3. Ofereça um incentivo. Pode ser um guia, um relatório, ebook ou outro tipo de conteúdo que os seus leitores achem que tem valor. É um suborno ético que permite apresentar algo de valor aos seus subscritores em troca dos dados deles. Veja um exemplo.

E depois disso, faço o quê?

Bem, agora que tem as ferramentas certas, está pronto para começar a colher as vantagens de email marketing.

Quando as pessoas lhe dão permissão para comunicar com elas, esta é uma boa oportunidade, assim como responsabilidade. Você pode escolher convidar ou interromper, partilhar ou empurrar. Dar ou tirar.

Usufrua desta estratégia à base da confiança, e de forma ética. Se o fizer, as coisas acontecerão a seu favor.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment