Estive a usar uma ferramenta nos últimos tempos que se tornou parte do meu arsenal.

Chama-se Hotjar, e o plano gratuito é bastante generoso e é provável que dê para a maioria dos pequenos websites.

Hotjar ferramenta analítica

Hotjar é uma ferramenta de analítica simples e fácil de usar

O que é o Hotjar?
Hotjar é uma nova e poderosa maneira de descobrir o verdadeiro comportamento do utilizador num website numa única ferramenta – dando-lhe um panorama geral de como melhorar a UX e taxas de conversão do seu website. Todos os seus dados estão seguramente alojados na cloud e acessíveis à velocidade da luz.

Como é que isto é diferente do Crazy Egg, ClickTale e Qualaroo?
Esses serviços só apresentam uma funcionalidade, tal como heatmaps (mapas de calor) a preços elevados. Para justificar isto eles criam outras funcionalidades desnecessárias. Assim você é cobrado(a) por planos complexos baseado em quantos sites, utilizadores e vistas de páginas o seu site tem. As funcionalidades também estão limitadas para o plano que pagar. Com o Hotjar não há limitações no site ou de utilizadores – temos apenas um simples plano que apresenta uma visão clara.

Eis como uso o Hotjar

1 – Coloco uma votação aos visitantes do website da agência para saber mais sobre eles e as suas necessidades. Por exemplo, no blogue da nossa agência, cerca de 60% dos visitantes são responsáveis de marketing ou criativos, e os outros 40% são empreendedores ou executivos.

O melhor no meio disto tudo é que os visitantes dizem-me exatamente que conteúdo criar para eles. Depois de lhes perguntar pela atividade deles, pergunto-lhes que tipo de informação estariam à procura. Nem toda a gente responde, mas aqueles que o fazem são pessoas proativas, dando-me bom feedback que nos ajuda a criar conteúdo que interessa, conteúdo que gera tráfego.

Um dos nossos visitantes escreveu “estou responsável pela equipa de marketing e estou sempre à procura de informação concisa e dicas para apresentar à minha equipa. Tem de ser substancial e que eles consigam aprender e implementar alguma coisa.”

Se não sabe que tipo de conteúdo criar, pergunte aos seus visitantes.

2 – Gravo o comportamento do utilizador no website. O Hotjar grava o movimento do rato, a navegação, o scrolling, onde clicam, entre outros. É como ver um filme em tempo real de como o utilizador mexe nas páginas do seu website.

Perceber como os visitantes usam o seu website ajuda-o(a) a perceber onde é que eles se podem sentir “presos”, o que se pode fazer para melhorar a taxa de conversão e criar uma boa experiência para o utilizador.

Ao gravar e ver a informação dos visitantes, vai descobrir que alguns dos seus call-to-actions (apelos à ação, como botões), não são clicados, ou que a navegação não é tão útil quando pensava que era, que o conteúdo na página.

3 – Meço os meus funis de conversões para saber onde é que os utilizadores estão a abandonar o website. Testar funis em websites ecommerce com checkout (finalização compra) e landing pages (páginas de destino) que redirecionam para uma página de confirmação.

Dá para ver sucintamente onde é que os visitantes abandonam durante o checkout ou outro funil de conversão. Uma coisa que reparei é que se usar o Cloudflare no seu website (é uma Content Delivery Network), certifique-se de desligar o Rocket Loader para que o Hotjar funcione. Isto escolhe-se ao entrar na sua conta Cloudflare, Speed > Rocket Loader™.

O melhor sobre os funis é que podemos ver o que os visitantes fizeram em cada passo do funil para perceber porque é que sairam sem avançar para o próximo passo. Isto ajuda a identificar obstáculos nas conversões para que as possamos eliminar.

Outras funcionalidades

Há outras funcionalidades que o Hotjar permite, tais como a analítica dos formulários (forms) para saber que campos são preenchidos, que campo levou o utilizador a sair, e outros.

Painel de controlo do Hotjar

Painel de controlo do Hotjar

Se quer ver como é que esta ferramenta funciona, vá ao website da agência (ou fique nesta página) e veja ou faça scroll até ao canto inferior direito para que apareça um pequeno popup com uma caixa preta e texto branco. Se ainda não votou, vote e dê o seu feedback pois poderei encerrar a votação em breve e colocar os resultados.

Não tenho qualquer afiliação com esta ferramenta, e nem sou muito de falar sobre ferramentas, no entanto, em sessões de consultoria perguntaram-me formas alternativas (e mais simples) ao Google Analytics e CrazyEgg, para perceber o que os visitantes num website fazem.

Achei assim por bem partilhar esta informação. Ao falar comigo, mais útil e mais valor irei agregar para consigo. É por isso que incentivo as pessoas a enviarem-me um email. O meu tempo é limitado. Se levar menos que 5 minutos estarei cá para ajudar, ou podemos marcar uma sessão de consultoria comodamente via Clarity.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment