Também chamado de “brand” (do Inglês), uma marca é um nome, termo, design, símbolo ou outra característica que identifica os produtos ou serviços duma entidade destacando-o de outras entidades, prestadores de serviços ou vendedores.

O conceito de branding é interessante. Neste caso branding pode-se referir à marca no sentido de “marcação” e já vão perceber porquê.

Marcação de gado

Branding começou como uma forma de poder distinguir o gado dos diferentes fazendeiros por meio dum ferrete (ferro quente para marcar o gado, daí a palavra). Um exemplo óbvio nos dias de hoje é a Coca Cola, que pertence à Coca Cola Company.

marcar-gado-wikimediacommons

Imagem cortesia de Wikimedia Commons

O seu Brand, a sua marca transmite a alma do seu negócio. Se a sua estratégia de branding for bem definida, a sua marca chega ao seu público-alvo, e eles associam os seus valores instantaneamente à sua marca. Mas a questão é, por onde começar?

Acreditamos que o conceito de branding está em plena atividade desde que os seres humanos se tornaram civilizados. Branding não é muito diferente de reputação. A forma como as pessoas se comportam é uma representação de si mesmos, ou seja, estamos a marcar o nosso comportamento – fazer branding aos outros – ao ser ou dizer ‘ela é divertida e simpática, ele é egoísta’.

Só no início do século XX é que as empresas começaram a reconhecer e implementar o branding e o conceito da marca nos seus planos estratégicos. Muitos desses planos aconteceram por acidente, e aqueles que funcionaram, acabaram por definir o cenário para o que hoje entendemos como a parte mais importante de uma empresa e da ciência moderna.

Brandr

A palavra brand vem de brandr (do antigo Nórdico) que significa marcar. Como referido anteriormente, o gado é marcado com ferro, e esta marcação foi bastante eficiente para fins de propriedade e de segurança.

Um senhor chamado Samuel Maverick

No séc. XIX, nos Estados Unidos da América, todos os fazendeiros colocavam a sua marca nos animais dos quais eles eram donos. Era uma atividade típica dos fazendeiros para que todos os outros fazendeiros e pessoas que entrassem vissem que o gado era deles, porque tinha a marca deles. Curiosamente houve um senhor chamado Samuel Maverick que decidiu não marcar o gado dele, não como uma maneira de se destacar ( ao não marcar o gado enquanto todos marcam) mas simplesmente porque ele não tinha interesse nenhum em gado, fazendas ou trabalho de campo.

Hoje em dia temos de ser um Maverick, não um Maverick que recusa uma marca, mas sim um que tem um bom branding, que se destaca dos outros na sua indústria.

logotipo sauzza3 - O que é uma marca?
Logótipo
Design logótipo profissional
a partir de €200

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment