Quanto custa um website?

Para uma agência ou um profissional web designer, isto é sem dúvida uma pergunta difícil de responder. É basicamente como perguntar quanto custa um carro, quanto custa um barco ou quanto é que custam umas férias?

A resposta é simples: depende.

Se eu decido comprar um Mercedes, não daqueles de topo de gama, mas um bom suficiente, em vez de comprar um Renault Clio, o custo de cada automóvel vai ser diferente conforme o mesmo.

O mesmo acontece com websites, portais ou lojas online. Tudo depende do que você quer que o utilizador seja capaz de fazer através das funcionalidades e a mensagem a passar.

Cada criação ou projeto de web design é diferente, portanto não dá para quantificar – instantâneamente, como algumas pessoas querem – quanto é que vai custar sem ser bastante específico nos detalhes do seu projeto.

Comodidade

Cada vez mais os websites estão a ser vendidos como comodidades. Estão a ser vendidos como produtos em vez de serviços. Um bom website é mais do que um conjunto de stock photos banais e um menu de navegação, não é algo que se faz às três pancadas.

Para ser feito corretamente, o web design é um processo que requer tempo e comunicação com o cliente ou responsável de marketing. Encarar o website como um serviço contínuo ajuda a perceber porque não é fácil dar um preço único.

Esta é a principal razão pela qual muitas agências preferem (ou talvez se sintam obrigadas) a cobrar à hora para a criação dum website, porque isto põe a bola do lado do cliente, ao dar-lhe o controlo de custos do produto (serviço) final.

Cada caso é um caso

Para a maioria dos profissionais um website poderá andar entre os
600 e os 600 000 euros. O primeiro poderá envolver um modelo genérico e banal com fotos amplamente usadas na internet, com pouca personalização; o segundo pode ser um website em larga escala, personalizado com a sua correspondente aplicação para aparelhos móveis, com criação de conteúdos incluído, assim como gestão do blog, fotografia e/ou vídeo profissional, entre outros. Tudo isto varia de acordo com os objetivos e propósito final do website.

Eis algumas questões que o poderão ajudar, tanto para profissionais que querem perceber melhor o cliente, como para o cliente final que quer perceber o que pode esperar dum profissional:

  1. Este é um projeto para um website novo ou redesign de existente?
  2. Qual a imagem que quer que o seu website passe?
  3. Precisa de atualizar com frequência conteúdo no seu website
  4. Já tem conteúdo criado (texto), ou necessita de criação de conteúdo?
  5. Vai necessitar de ter vídeo no website? Quem o vai criar?
  6. É necessário design gráfico personalizado ou fotografia profissional?
  7. Vai precisar de domínio e de alojar o website?
  8. Será preciso manutenção regular após o lançamento do website?

Responder a estas perguntas vai ajudar a apresentar o custo final do website, assim como o tempo que poderá levar a criá-lo.

Não se meta em atalhos

Há várias coisas a considerar na criação dum website se o objetivo é que ele venha a ter sucesso e não seja uma montra banal da sua empresa. Para tal tem de encontrar alguém que seja capaz de o ajudar a criar algo que ajude a crescer o seu projeto e criar uma presença online.

Existem pessoas ou designers low-cost que se cobram de tuta-e-meia e poderão ajudá-lo ao fazer-lhe um modelo genérico dum website por um valor económico, mas se quiser um website personalizado com conteúdo único, fotos e/ou vídeo e uma manutenção contínua, não se pode desviar do seu caminho para não se meter em trabalhos. Pague bem por um trabalho bem feito. Afinal de contas, isto é o seu projeto e a imagem que projeta lá para fora.

Conclusão

Um website vai custar aquilo que você quer que custe, mas ao investir o suficiente numa agência ou profissional que o consiga acompanhar, pode criar um laço de confiança entre cliente e designer que o vai ajudar a ficar satisfeito com o resultado final.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

5 comentários

  1. Gostei, mas estou muito limitado no meu orçamento.
    Necessito de um site para a divulgação e promoção de um pequeno Agro-turismo no Alentejo.
    Têm experiência nesta área?
    Terão alguns exemplos?
    Tenho uma referência inicial e estou a finalizar os conteúdos.

  2. Olá João .

    Eu pretendo criar um website ou blog. Ainda não sei bem porque não tenho muito conhecimento. Gostava de criar um website sobre a minha cidade e a partir dele ter secções de aconselhamento de restaurantes, hoteis, sitios bonitos a visitar, bem toda a envolvencia da cidade. O meu objectivo é no futuro poder ter ganhos com o site através de publicidade, mas a curto prazo tambem ter ganhos através de alugueres de casas, ou vendas de produtos tradicionais tavirenses (ideia a pensar).

    Contudo gostava de uma opinião sua de quanto me poderia custar mais ou menos claro , a criação de algo com os meus objectivos.

    Cumprimentos, aguardo a sua resposta.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.