Foque-se numa única mensagem que quer passar ao criar conteúdo em vídeo, mostre um arco narrativo e aproveite as emoções dos espetadores para os envolver com a sua marca.

Boa publicidade baseia-se na comunicação, que envolve saber passar a mensagem da sua marca de forma a ser clara, memorável e de chegar às pessoas certas (seu público-alvo).

Para comunicar eficazmente, os videos marketers podem elicitar respostas emocionais via storytelling.

Estrutura de storytelling

Uma estrutura básica de storytelling

As histórias são uma ferramenta que qualquer pessoa ou empresa pode usar, porque nós seres humanos estamos feitos para aprender com elas. É isto que torna o marketing de conteúdos uma componente tão importante para atrair clientes, e porque muitas marcas o estão a usar nas suas estratégias.

O vídeo é um dos meios mais eficazes para passar esta comunicação às pessoas, porque pode emular a experiência humana no vídeo, passando qualquer história que queira contar. Quanto mais o seu público-alvo se identificar com as suas personagens, maior será a sua resposta emocional, e mais eficaz será o conteúdo.

O vídeo também lhe dá controlo sobre o desenrolar da história para criar uma forte estrutura, que é um elemento importante de um bom storytelling.

Livro aberto com foguete e casa

O que está a tentar passar?

Antes de decidir o conteúdo que quer criar para o seu vídeo, tem de saber identificar qual a mensagem a comunicar. O storytelling emocional funciona melhor quando é usado para passar uma simples mensagem, de forma clara e precisa.

Saber qual a mensagem a passar requer um entendimento daquilo que a sua marca representa para os consumidores: será que eles vêem a sua marca como uma forma conveniente de poupar dinheiro, ou alcançar um objetivo de vida, ou fazer parte duma tribo?

Perceber aquilo que motiva o seu público-alvo é importante para criar marketing com o qual eles se podem identificar.

As pessoas partilham informação interessante com os seus amigos, portanto, conteúdo que seja de qualidade alcança facilmente apenas o público-alvo inicial a que se destinava.

Ilustração jovens

Por exemplo, se você é uma empresa de contabilidade a tentar arranjar novas contas, não irá envolver as pessoas ao mostrar os serviços que faz.

Em vez disso, tem de humanizar o serviço e contar uma história com a qual as pessoas se possam relacionar. É este o caso da firma KPMG neste anúncio, que mostra que não são pessoas que fazem auditorias, mas sim, profissionais que ajudaram milhares de famílias a tomar decisões mais informadas sobre os seus rendimentos.

Ao decidir na sua mensagem, deve focar-se naquilo que vai ao encontro dos interesses dos clientes, não através duma forma robótica dos serviços que faz (características), mas sim da maneira como vai melhorar a vida deles (benefícios). Veja dicas de copywriting para principiantes para saber mais.

A sua história, humanizada

Comunicar com sucesso a sua mensagem ao seu público-alvo depende da criação da sua história.

Uma boa história tem dois ingredientes:

  1. elemento humano
  2. estrutura da narrativa

O elemento humano da sua história é a personagem com a qual a sua audiência se identifica. Não tem de ser necessariamente uma pessoa individual, pode ser um conjunto de pessoas, como é o caso do vídeo viral de Regalamemoria.com no YouTube, a favor das pessoas com Alzheimer.

Neste vídeo, a atriz aborda estranhos na rua como se eles fossem amigos de longa data, e no final dá-lhes um cartão, que mostra que é assim que uma pessoa com Alzheimer se sentiria.

A estrutura da narrativa é aquilo que ajuda a sua audiência a envolver-se com a sua história. A narrativa deve envolver mostrar um obstáculo e proporcionar uma resolução para ele no vídeo. Um exemplo é o anúncio “Puppy Love” da Budweiser.

Neste vídeo, o cachorro de raça Labrador não se quer separar dos seus amigos cavalos, e acabam por arranjar forma de se reencontrar (obstáculo > resolução).

Conclusão storytelling vídeo

Num mercado digital tão competitivo como este, os anunciantes e marcas têm de se saber destacar dos outros para que a sua mensagem seja recebida pelas pessoas.

E é com o storytelling emocional que se consegue envolver as pessoas, para que as empresas e marcas consigam obter mais top of mind e mais vendas.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.