Mão em rato de computador

Já viu o Shark Tank?

Os empreendedores e inventores que fazem o pitch ao painel dos investidores só têm alguns minutos para convencê-los a investir na marca deles. Se um gostar do isco, o projeto é financiando, mas se não for, os candidatos vão-se embora de mãos a abanar, possivelmente desiludidos e com pouca esperança.

O título, ou assunto, do email é como um destes “pitches”, apenas temos uma quantidade limitada de tempo para convencer alguém a “investir” no seu email com o clique deles. Se não usar o isco certo, corre o risco de ir-se embora de mãos a abanar (não verem o seu email, apagarem, ou pior, marcar como spam).

Um teste feito mostrou como cerca de 70% dos recipientes de email assinalam email como spam baseado apenas no assunto do email enviado. Para evitar que o seu email vá para a caixa de spam, e fazer com que as pessoas abram vejam a sua mensagem, eis seis truques simples que você ou a sua equipa de marketing podem implementar.

1. Esqueça a formalidade

No mundo dos emails de spam, as mensagens que recebemos dos amigos e pessoas que no são próximas acabam praticamente sempre por nos chamar à atenção e estar na nossa caixa de entrada. São mensagens convidativas e informais.

Um erro que muitos email marketers cometem ao escrever os seus títulos/assuntos é ser demasiado formal. Quer seja através dos típicos “bons dias” ou Capitalizar Cada Letra de Cada Palavra ao estilo norte-americano, esta formalidade é entendida como calculada e faz com as pessoas se desliguem da mensagem e apaguem o email.

Mesmo que a sua empresa esteja na área B2B, lembre-se que está a lidar com pessoas e não com organizações ou edifícios. É um ser humano que está a receber o seu email, e eles querem saber que do lado de lá estão a falar com outro humano. Eles querem igualmente saber que não são apenas “mais um” número na sua lista de clientes, mas sim alguém que é importante. Ser muito formal vai ao contrário deste sentimento.

O que fazer? Os seus assuntos deverão ser casuais, de tom amigável e úteis, pois isto ajuda a humanizar a sua empresa e fazer com que o recipiente queira abrir o seu email. Eis dois exemplos.

Exemplo A: “Esta Nova Promoção é Imperdível, Veja Já”

Exemplo B: “Que promoção-mistério teremos esta semana?”

O exemplo “A” está a querer partir do pressuposto que a promoção deve ser útil ou relevante para a pessoa (quando pode não ser), é um bocado formal e usa capitalização.

O exemplo “B” não revela demasiado, incentivando a pessoa a querer saber mais ao abrir o email. É mais casual e informal, como se viesse dum amigo ou conhecido.

2. Seja mais direto

Assim como o seu assunto, o emissor (nome da entidade que envia o email, você), pode afetar a impressão que causa no subscritor que o recebe. As pessoas não querem receber emails de estranhos desconhecidos, eles querem comunicar com uma pessoa pelo nome e poder chegar a essa pessoa se tiverem perguntas ou comentários.

O que fazer? Em vez de enviar email com o nome da sua empresa, envie a partir dum nome de alguém da sua equipa e faça com que o assunto seja reflexo disso também.

Use palavras como “Eu” ou “a mim” para “nós” ou “nosso”.

Exemplo A: “Estamos cá para atender o seu pedido”

Exemplo B: “Estou cá para ajudar com a sua encomenda”

3. Personalize

Estamos habituados a chamar pelo nosso nome, por isso personalize o seu título (quando possível) com o nome do seu recipiente. A pessoa que recebe o seu email está mais propensa a abri-lo se for endereçada a ela (com o nome dela).

O que fazer? Personalize o seu assunto com o primeiro nome do seu recipiente, pois isto dá a impressão que está a falar diretamente para eles. Isto chama-lhes mais à atenção e de acordo com um estudo, esta personalização aumenta a taxa de cliques em 14%.

Além do nome, experimente personalizar o seu assunto de email com outros dados, como local, emprego, aniversário, ou outros (desde que apropriado).

4. Curto e simples

Ninguém gosta de papagaios, especialmente aqueles que pensam que aquilo que têm para dizer é de interesse às outras pessoas (não podemos partir desse princípio). Pense no seu assunto como um percursor para a conversa que irá acontecer no seu email.

As pessoas têm um nível de atenção reduzido, portanto aquilo que há para dizer, tem de ser comunicado em 40 (ou menos) caracteres para melhorar as taxas de abertura. Uma estatística mostra como emails com menos de 10 caracteres no assunto tiveram maiores taxas de clique.

Mantenha as coisas simples e concisas. Emails com grandes títulos no assunto arriscam-se a perder a atenção do utilizador, mas também de serem postos à parte, perdendo assim vendas ou contactos.

Note que cada vez mais emails são abertos em dispositivos móveis (tablets, smartphones) primeiro, e o típico ecrã móvel só consegue mostrar uma média de 5 palavras no assunto de email.

Ao aumentar o título do assunto para além do limite aconselhado neste artigo, estará sujeito(a) a perder pessoas que acedem a partir de aparelhos móveis.

5. Remova palavras de “spam”

Algumas palavras podem ser consideradas prejudiciais ao sugerir obrigação, perda, compra e venda. Palavras como estas.

  • Compre
  • Encomenda
  • Poupe
  • Negócio
  • Grátis

Elas podem não parecer más necessariamente, mas são muito usadas por marketers (de forma genuína), e também por pessoas fraudulentas. São o tipo de palavras que podem ter alguma probabilidade de desencadear mecanismos de spam automáticos das caixas de emails dos seus recipientes.

Use outras formas mais criativas de transmitir valor e suscitar interesse nos seus subscritores, pois não só evitará o filtro do spam, mas irá capturar a atenção dele ao se destacar de todos os outros que dizem todos as mesma coisa.

6. Suscite curiosidade

Criar interesse e suscitar curiosidade é o que fará com que os seus emails sejam abertos e lidos. Aproveita a tendência inata do ser humano de ser curioso para melhorar os seus resultados. Apresente apenas informação suficiente para chamar à atenção das pessoas, mas resguardando o resto da informação para que queiram abrir o email e descobrir mais.

O que fazer? Use curiosidade criativa no seu assunto ao colocar uma pergunta, ou tendo uma opinião contrária à maioria ou ao usar palavras como “só até amanhã”, “raro”, “especial”, “incomum”, “exclusivo”.

Sumário

Estes seis passos levam a que o seu recipiente de email “pare, escute e olhe”. Os seus destinatários de email ficarão interessados e curiososo, estando mais propensos a abrir os seus emails. E ao abrir os seus emails, metade do caminho já está feito.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 5167

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment