Reduzir custos de impressão no marketing

Gerir um negócio pode ser difícil. Parece que há despesas em todo o lado, e o marketing por vezes é uma das primeiras coisas a ser cortado do orçamento.

Mas e se pudesse reduzir as suas despesas sem afetar os seus lucros?

É isso que vamos cobrir neste artigo, com algumas dicas bem interessantes e práticas para cortar na sua despesa dos custos de impressão.

Contrate a nível local, não numa franchise

Sítios como a Staples têm serviços de impressão (entre outros). Se precisa de fazer 10 cópias ou algumas impressões, tudo bem, mas estes sítios não são bons para muitas impressões.

Vá antes às casas tipográficas que estejam na sua zona. Fale com eles, conheça as pessoas por trás do balcão.

Se estiver a pensar fazer muitas impressões, e constantemente, eles com certeza que lhe darão algumas regalias, como descontos, visita pela gráfica, etc.

Não tem de se cingir apenas a uma casa tipográfica. Poderá ter uma gráfica para imprimir catálogos, e outra para imprimir outdoors. A razão de fazer uso de diferentes empresas é que algumas são especializadas em certos tipos de impressão.

Nem todas as gráficas são iguais. Analise a qualidade delas ao pedir-lhes amostras. Quando estiver no mercado para imprimir, peça orçamento de pelo menos 3 gráficas e não vá apenas à base do preço, mas sim daquilo que está incluído (ou excluído) no produto final.

Na nossa agência preferimos contribuir para o mercado local quando possível, ou pelo menos a nível nacional. Não tem de ser uma gráfica com localização física, pois já comprámos impressão online.

Por vezes comprar impressão online é mais económico e consegue ter os produtos depressa. Antes de fazer o design ou pedir um serviço de design a uma agência, verifique as condições destes sites que imprimem online.

Estes sítios online de impressão têm (normalmente) templates específicos que pode usar, em tamanhos específicos, já pré-configurados. Para imprimir online, somos fãs da Moo (têm uns cartões “luxo” com gramagem grossa que são bem porreiros).

Mude o papel

Há vários tipos de papel e gramagens disponíveis. O papel que escolher depende do seu projeto. Está a imprimir cartões de contacto e quer que sejam económicos? Escolha um papel matte com baixa gramagem. Se quiser qualidade, escolha papel de boa qualidade com uma gramagem superior, e possivelmente com uma aplicação de verniz (brilhante).

Saiba que tipo de papel a sua tipografia usa. Peça a opinião deles para o tipo de projeto de design que quer imprimir.

Por vezes a melhor opção não é escolher o papel mais caro, mas sim um papel “intermédio” que apresenta à mesma boa qualidade e no qual pode poupar €€€ significativamente, especialmente se fizer muitas impressões.

Não peça verniz

Aplicação de “vernizes” e coberturas UV ou brilhantes, são formas de dar um toque bonito à sua impressão (e prolongar a vida do material), mas isso normalmente aumenta bastante o preço.

O preço aumenta devido ao trabalho adicional que envolve na impressão, assim como mais tempo a fazer. Pense na durabilidade do seu material de marketing a ser impresso: tem de durar 3 horas ou 3 anos?

Esta pergunta-exemplo pode ser exagerada, mas o ponto a passar é que se for para imprimir coisas como cartões de contacto económicos, opte por não ter brilhantes nem outras adições, se no entanto imprimir capas ou pastas, convém dar uma maior margem de manobra.

O tamanho conta

Ao imprimir em grandes quantidades, quanto mais conseguir fazer caber na mesma folha, mais barato a impressão será.

Se isto parecer confuso, vamos lá descomplicar.

Imagine um jornal. Abra o jornal e imagine que é esse o tamanho da folha onde irá imprimir, por exemplo, cartões de contacto. Os cartões não são impressos um-a-um, eles são impressos em folhas grandes (como o jornal) e depois é que são cortados.

Quantos mais cartões (ou folhetos, ou outros materiais de marketing) conseguir fazer caber na folha, aproveitando ao máximo o tamanho da folha, mais barato irá ficar a impressão.

Por vezes, reduzir o tamanho do projeto a ser impresso por alguns centímetros, faz com que consiga colocar mais alguns cartões na página. Pergunte ao seu designer ou à sua gráfica mais detalhes.

A entrega

Pense em como vai entregar o material. Como é feito o envio. Vai enviar estes materiais de marketing por correio? Precisam de ir num envelope, ou numa pasta?

O tamanho e peso podem afetar o custo do envio, portanto verifique se está dentro das guias ótimas para poder poupar uns cêntimos adicionais por peça. Grão a grão…

Note que alguns produtos que sejam quadrados ou grossos têm tendência para aumentar o custo de envio.

Está a pensar enviar muito material de uma só vez? Pergunte à sua gráfica se eles podem fazer o envio em larga escala por si. Isto é uma boa alternativa se não conseguir um bom preço nos correios, porque na gráfica talvez eles possam juntar os seus materiais a outros clientes que eles vão enviar para o mesmo destino, o que ficará a um custo reduzido.

Encadernação

Uma boa encadernação pode tornar o produto mais bonito, mas também pode ficar caro. Estes são os tipos de encadernação do mais barato para o mais caro.

  • Agrafado
  • Lombada com furos
  • Colado, como os livros de capa mole
  • Cozida, como os livros de capa dura

Pergunte à sua casa impressora pelos tipos de encadernação que fazem. Nem todas as gráficas têm as mesmas capacidades de encadernação.

Alguns sítios poderão ser melhores em certos tipos de encadernação, e outros não o fazem de todo (por não terem máquinas próprias para isso).

Pode ainda acontecer que algumas gráficas fazem outsourcing da encadernação, o que aumenta o custo mais do que se fosse feito no mesmo sítio. Pergunte quais os métodos de encadernação que eles têm disponíveis nas instalações.

Nem tudo o que brilha é ouro

Dar uma passagem de dourado ou brilhante de platina pode dar um toque de luxo ao material, mas também pode ficar caro.

Superfícies laminadas com dourado e tons metálicos podem fazer despesa desnecessária. Uma alternativa ao prateado/metálico é usar uma cor direta (Pantone) que seja parecida com a cor metálica que quer colocar, e depois aplicar uma cobertura de cor direta UV para lhe dar um ligeiro brilhante.

O n.º de páginas

Quanto maior o número de páginas por unidade, mais caro fica a impressão. Quanto maior o número de unidades por página, mais barato fica a impressão.

Isto parece confuso, mas eis a explicação.

Imagine imprimir 100 vezes um documento de 8 páginas versus 100 vezes um documento de 16 páginas. Este último tem mais páginas, portanto vai custar mais por unidade.

Se imprimir 1000 vezes um produto versus 100, irá pagar mais no total, mas o seu custo por unidade será menos quanto mais impressões fizer.

Pergunte na sua casa impressora qual é o esquema de preços por número de impressões, ou seja, qual o ponto a partir do qual X quantidade de impressões fica mais barato. Por exemplo, imprimir 101 unidades pode ser mais barato que imprimir 99 unidades. Pergunte estas coisas, porque nem sempre eles lhes dirão isto.

A cor

Imprimir a cor é mais caro que imprimir a preto e branco ou em escalas de preto (cinzento), mas a diferença de preço pode não ser muito grande.

Havia alturas em que nos preocupávamos em criar designs para os nossos clientes com apenas duas cores, pois era mais barato para eles a longo prazo.

Isto já não é tanto um problema, pois atualmente as máquinas e tintas são muito eficazes na aplicação e poupança da tinta. Regra geral, não precisa poupar em cores, pois a diferença de preço será mínima, e é mais bonito ter um produto a cores do que a preto e branco ou apenas a 1 ou 2 cores.

Se houver um tipo de cor específica que queira usar, pode optar por usar uma cor direta como o Pantone.

Regatear, se quiser

Se não pedir, a resposta é sempre não.

Se tem pouco dinheiro, peça um orçamento inicial à casa tipográfica, e pergunte-lhes se podem baixar o preço para se tornar mais acessível para si.

Às vezes as casas impressoras dão-lhe um preço standard, mas se pedir, pode ser que façam um pequeno desconto, ou então possam-lhe dar alguma sugestão de poupar no material para ficar mais económico.

Pensar “fora da caixa”

Haverá outras formas de imprimir os seus materiais? Algum do seu design ou materiais de marketing que poderiam servir diferentes propósitos?

Talvez dois folhetos que pudessem se tornar apenas um, para representar diferentes serviços ou produtos que vende no mesmo folheto?

Na nossa agência, tanto eu como a Verónica gostamos de inventar novas ideias e ajudar os clientes a fazer brainstorming para tirar o melhor partido dos seus materiais de marketing. Contacte-nos, que nós ajudamos.

A indústria da impressão tem uma história muito rica. Infelizmente esse toque pessoal está-se a desvanecer à medida que usamos mais o digital, não apenas para o marketing, mas também afastando-nos do contacto físico com as pessoas.

Alguma coisa neste artigo pareceu confusa? Estamos recetivos a questões, escreva nos comentários em baixo. Precisa de alguém que faça o design por si? Contrate-nos e iremos ajudar no design e daremos alguns conselhos.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment