Video general eletrics

Ter um vídeo criado por alguém que sabe o que está a fazer dá um aspeto profissional ao seu projeto e ao seu negócio, além de que o vídeo marketing é bastante eficiente, quando bem feito, a atrair potenciais clientes. Que o diga um dos nosso clientes que mandou criar um vídeo com grande categoria.

O vídeo faz com que as pessoas passem o dobro do tempo num website, e em média poderá atrair o triplo dos visitantes mensais. Enquanto que o ideal é ter um vídeo profissional, nem todos terão as capacidades para contratar uma empresa para criar uma peça visual de alta qualidade.

Mas com aplicações de Vídeo como o Vine e o Instagram, nem sequer é preciso câmaras ou outro equipamento para começar a gravar vídeo para o seu negócio. Eis como criar vídeo se estiver num orçamento “apertar o cinto”, com as respetivas vantagens e desvantagens para avaliar qual a melhor solução para si.

Videos rápidos e criativos

VINE

O Vine é uma aplicação de vídeo partilha do Twitter que limita o utilizador a 6 segundos de vídeo. Isto significa que tem de fazer bem o planeamento da sua mensagem antes de filmar, ainda assim, 6 segundos é o suficiente para tornar a coisa memorável e eficiente.

Usar o Vine para marketing B2B

A OREO antecipa um dos seus biscoitos:

E a TIDE mostra que o vermelho também sai:

INSTAGRAM

O Instagram tornou-se famosa como uma aplicação de partilha de fotos para telefones com a capacidade de tirar e editar as fotos logo na hora. Em Junho de 2013, o Instagram anunciou funcionalidades de vídeo.

É possível gravar até 15 segundos de vídeo, permitindo voltar atrás e apagar os clips para voltar a gravá-los se eles não tiverem corrido como queria. Também permite o modo cinema, que apresenta estabilização de vídeo, para que não haja mais o efeito de abanar a câmara quando se filma com o telefone com mão.

Eis como a NIKE usou o Instagram.

E a General Eletric filmou um motor:

Outros tipos de vídeo

O Vine e o Instagram são soluções rápidas e fáceis e fáceis de partilhar em que não é necessário nenhum equipamento especial. Mas e se você tiver mais do que 15 segundos de história para contar?

Nesse caso, o Youtube e o Vimeo são duas das principais plataformas que existem que podem alojar o seu vídeo e partilhá-lo com a sua audiência.

YOUTUBE

Criado em Fevereiro de 2005 por três empregados do Paypal e vendido ao Google desde finais de 2006, é sem dúvida o site mais popular de partilha de vídeos com 1 bilião de utilizadores mensais e estima-se que centenas de horas de vídeos são carregadas a cada minutos.

O Youtube é ideal para demonstrações de produto, informação sobre serviços, ou quaisquer outro uso que queira dar ao vídeo.

VIMEO

O Vimeo foi criado por um grupo de cineastas que queriam dar a outros artistas a oportunidade de se expressarem.

Tem uma comunidade de utilizadores mais pequena, mas há quem o considere mais profissional. Existem menos vídeos e utilizadores do que o Youtube, mas não deixa de ser um dos websites mais visitados em toda a internet, e quando muito, só significa que será mais fácil encontrar o seu vídeo do que no Youtube.

O Vimeo é ideal para vídeos criativos e mais cinemátivos, ou para as empresas ou indivíduos que estejam cansados do aspeto visual do Youtube.

Então qual escolher? A possível desvantagem destas soluções, como o Youtube e Vimeo, é que não são tão simples quanto clicar um nuns botões no seu telemóvel. Vai ser necessário investir numa câmara para ter a qualidade e os resultados que procura para parecer profissional e criar um vídeo que as pessoas queiram ver.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 4778

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment