Como dominar ecommerce com email marketing

Com o ecommerce (comércio eletrónico), pode passar todo o seu tempo e energia a vender para clientes que só fazem uma compra, ou pode investir o seu tempo e energia em criar e manter uma relação com as pessoas que gera lealdade para com a marca e leva as pessoas a repetir a compra.

A maioria das lojas e-commerce preferem, como é óbvio, terem pessoas que compram várias vezes na loja deles.

Então como fazer com que aqueles que só compram uma vez no seu site se tornem em compradores repetentes?

Uma maneira de fazer isto é com o email.

Apesar da popularidade das redes sociais como o Facebook, Instagram, Snapchat e outros, o email ainda é, e será, um dos melhores meios para comunicar para os seus clientes e prospetos e gerar mais vendas.

Quer usar o email marketing no seu negócio de ecommerce? Eis seis passos para o(a) ajudar a dominar as vendas online.

Passo 1: Identifique o seu objetivo

Antes de começar a criar o seu funil, com landing pages e formulários, e a desenvolver a sua estratégia de email, é importante pensar no seu objetivo.

O que quer obter como resultado de investir (tempo e esforço) no email marketing? Eis alguns exemplos de objetivos:

  • Manter contacto com clientes/subscritores da lista
  • Enviar melhores emails transacionais (ex.: emails de recibos)
  • Levar mais tráfego para as suas páginas de produtos
  • Incentivar clientes antigos a comprar mais vezes
  • Obter feedback/comentários dos seus produtos da parte dos clientes
  • Vender mais produtos

A maioria das lojas ecommerce consegue facilmente escolher um ou mais objetivos da lista de exemplos acima.

Para não haver dispersão de esforços, escolha apenas 1 ou 2 objetivos para o planeamento da sua estratégia de email marketing. Mais tarde poderá focar-se em mais objetivos, mas por agora comece devagar e concentre-se mais em menos, do que menos em mais.

Foque-se em objetivos em que consiga analisar as métricas de forma específica e numérica, tais como número de vendas, tráfego mensal, etc.
Sem métricas específicas não consegue saber que táticas funcionam e que partes da sua estratégia de email marketing serão boas para escalar.

Passo 2: Escolha as ferramentas certas

Para ter uma estratégia de email marketing para a sua loja online necessita de ter ferramentas que o(a) possam ajudar a criar e automatizar processos, para tornar os seus esforços escaláveis ao longo do tempo.

Algumas ferramentas de email marketing:

Existem várias ferramentas de email marketing, a lista anterior contém algumas das que eu considero as melhores, num misto de utilização fácil e baixo-médio investimento.

Se escolher outra ferramenta de email, certifique-se que tem capacidades de automatização (autoresponders, tags, etc).

Outras ferramentas secundárias:

  • SumoMe – para captar emails no website (inluindo págs. produtos)
  • ClicktoTweet – para colocar tweets pré-escritos nos emails
  • WiseStamp – para criar assinaturas de email giras

Passo 3: Facilite processo de se juntarem à sua lista

Para começar uma campanha de email marketing convém ter uma lista de emails consentida.

Para que o email marketing funcione, deve estar a captar emails das pessoas que chegam ao seu site ou a determinadas landing pages no seu website.

Se bem que antigamente poderia ter sido suficiente ter um formulário de subscrição no rodapé do seu website, atualmente se quer captar os emails das pessoas tem de incluir esses formulários de subscrição em vários sítios do seu site:

  • Em artigos de blog como “content upgrades
  • Em páginas de produtos
  • Nas barras laterais e rodapés do site
  • Como pop-ups ou caixas que ocupam o ecrã quando o visitante aterra no site

Não queira inundar os seus visitantes com mil-e-uma caixa de popups em todo o lado, o que interessa é tornar fácil ao seu visitante juntar-se à sua lista de emails.

Não abuse destes formulários/caixinhas de subscrição, porque podem pesar no site ou levar a uma má experiência do utilizador, que pode aumentar a taxa de rejeição, diminuir tempo médio na página e conversões (veja as métricas mais importantes do Google Analytics).

Passo 4: Ofereça bons incentivos

Quando tiver um fluxo de novos subscritores de email, o próximo passo é começar a acompanhar os seus subscritores para os levar eventualmente para a venda.

Comece a enviar boas ofertas ou incentivos para os seus subscritores de emails. Há várias ofertas que pode criar e enviar para a sua lista, fazendo uso de uma das ferramentas de email marketing automation listadas anteriormente.

Alguns exemplos de incentivos que pode dar:

    • Cupões de -X% para novos subscritores Hsntore desconto 10%
    • Portes grátis para clientes VIP
    • Incentivos promocionais para quem abandona carrinho (volte e tenha 10% desconto)
    • Campanhas especiais em períodos sazonais como Black Friday, Natal, e outros que se alinhem com o seu negócio
    • Pontos ou descontos por referir amigos Ganhar pontos ao referir amigos

Por vezes basta um pequeno empurrãozinho para incentivar um visitante a fazer a sua primeira compra. O objetivo destas promoções e ofertas enviadas por email é para levar os subscritores a lembrarem-se da sua marca e irem à sua loja fazerem despesa.

Passo 5: Testar, analisar e medir

Fazer por fazer não faz sentido.

Não irá conseguir implementar melhorias nas suas campanhas e estratégia se não estiver a otimizar, testar e a espreitar oportunidades de melhoria.

É necessário estar disposto(a) a investir o tempo e dinheiro nas ferramentas que lhe permitem testar tudo o que necessita nas suas campanhas de email, desde os títulos/assuntos de email até ao horário de envio dos emails, o comprimento dos emails, estrutura do corpo do email, imagens, links, call to actions, ofertas e tudo o resto que possa ser medido.

O propósito de testar e otimizar as suas campanhas de email é de se focar nas melhores táticas e implementá-las o mais rapidamente possível de forma a gerar mais tráfego e conversões em menos tempo.

Alguns testes que pode fazer:

  • teste a frequência de envio de emails aos seus subscritores
  • teste os descontos que envia para os seus subscritores
  • teste emails só de texto vs. emails com imagens
  • teste ofertas nos seus emails transacionais (confirmação de encomenda, emails de obrigado, etc)
  • teste o tamanho, cor, feitio e colocação de botões CTA nos seus emails

Depois de testar é necessário medir.

Meça os resultados dos testes para poder tomar decisões informadas nas táticas que se deve focar e quais testes deve fazer no futuro.

Valor, valor, valor

Atualmente é um grande passo para uma pessoa dar um email a uma empresa num site – não faça com que as pessoas se arrependam dessa decisão.

Quando em dúvida, foque-se em agregar valor às pessoas. Dê-lhes a saber quem é, o que faz, porque o faz, e como os seus produtos (ou serviços) podem ajudar a tornar a vida das pessoas melhor.

E não seja um robot corporativo, fale com as pessoas como gostaria que falassem consigo.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 4778

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment