Pássaro em cima de tronco

Não crie uma loja online se for com base nestas 4 razões

Quando alguém nos contacta a dizer que se quer iniciar no mundo do e-commerce e ter uma loja online, normalmente fazem-no pelas razões erradas. Imagine um cavalheiro de 59 anos que diz que fez um curso ou “método” XPTO que custou €1999, mas que se sente frustrado pois não encontrou o nichoNicho refere-se a segmento de mercado de mercado dele.

Uma pessoa nestas circunstâncias encontra-se numa situação financeira complicada (imagine um senhor de idade de 59), gastou uma “pipa de massa” que não foi de todo um bom investimento. Para além da perda financeira, este cavalheiro sente-se frustrado e chateado, talvez porque se tenha apercebo da mentalidade que lhe foi condicionado por esse programa, de que com o “sistema certo”, toda a gente consegue ficar rico na internet.

É bom aprender coisas novas e investirmos na nossa Educação. Se comprar um produto ou serviço a partir da pessoa ou agência certa, e contenha informação de qualidade, então todo esse conhecimento poderá ser um bom investimento.

No início da minha carreira, paguei €3000 num semestre para fazer parte duma comunidade muito específica no mundo de treino digital. Na altura já trazia bastantes competências, mas aquilo que me difere como profissional face a este cavalheiro de meia-idade é que eu estava na posição de poder aplicar as minhas capacidades e treino na vida real.

Não é uma boa ideia começar a sua própria loja. Com isso apresento 4 razões para as quais não deverá criar uma loja online. Não escrevo estas linhas para desencorajar ninguém, mas para trazer os meus leitores à terra e dar-lhes uma perspetiva realista que não irá encontrar em cursos online XPTO ou pessoas que apenas lhe querem vender coisas. A pior coisa que lhe pode acontecer, além de adiar os seus planos de negócio, é gastar meses, ou anos, do seu tempo e dinheiro porque ninguém foi honesto consigo sobre o que era necessário para ter sucesso neste mundo.

Razão 1 – Você precisa de dinheiro, e depressa

Se precisa fazer dinheiro, e depressa, começar um negócio e-commerce é uma péssima ideia. Criar uma loja online é um processo que envolve meses de pesquisa e do lançamento, e provavelmente anos para criar algo que possa trazer um rendimento significativo e sustentável. Se precisa de dinheiro para pagar as contas, o melhor que tem a fazer é aumentar os seus ganhos através dum emprego normal.

Isto não significa que se tenha que desleixar ou resignar a ser um empregado para o resto da sua vida, mas é isso terá de fazer, de forma realista, para conseguir cumprir com as despesas. Quem lhe disser que você pode começar a ganhar dinheiro com pouco trabalho investido – com o “sistema” deles – está-lhe a vender um sonho. Como todos os empreendimentos legítimos, uma loja e-commerce, como projeto, leva tempo a crescer.

Em adição a isso, é necessário tomar decisões que sejam de benefício, a longo prazo, para o seu empreendimento, o que regra geral é completamente contrário a necessidades financeiras a curto-prazo. Se você está a usar os seus últimos cêntimos para pagar as contas, então não conseguirá investir nem re-investir no seu empreendimento.

Razão 2 – Você precisa duma garantia

Se é do tipo de pessoa que se pergunta se isto irá funcionar e diz que não pode perder tempo com uma ideia ou nicho que não irá ter sucesso, então mais vale ficar por aqui.

Ser empreendedor é arriscar, mas é arriscar com cabeça, e acima de tudo, trabalhar. Não há garantias nenhumas, mesmo que certas pessoas, cursos ou métodos o levem a crer que sim. Não há. O único sítio onde poderá ter um retorno garantido para o seu tempo é num emprego tradicional.

Ser empreendedor significa trabalhar, investir e agir sem garantia de sucesso. Ele ou ela fazem-no de forma estratégica e com um plano bem pensado e estruturado, e muitas vezes têm de remar contra a maré e contra o risco, apesar das dúvidas que poderão ter. Com projetos que eu comecei, uns foram bem sucedidos, e outros nem por isso. Mas eu nunca saberia isso se não tivesse encarado o medo de frente a avançado para a frente.

Obtenha conhecimento, pesquise, planeia, e depois tome uma decisão mesmo que tenha receio. É a única maneira de ir em frente. Se não houver maneira de que esse projeto não funcione (não tem mais nada para investir ou apostar), então não comece sequer.

Razão 3 – Você não é capaz de dar um passo atrás

Começar um projeto, um negócio ou empreendimento requer um certo sacríficio, seja tempo ou dinheiro. É necessário pelo menos um destes recursos para criar um negócio viável: tempo e dinheiro. Na prática até poderão ser três (tempo, dinheiro e talento). Leia o artigo Como criar bom conteúdo sem dinheiro para mais aprofundamento sobre este assunto.

Todas as histórias de sucesso nos negócios têm um historial de investimento ou sacrifício por trás. Para alguém como eu, foi desenvolver as minhas capacidades enquanto trabalhava em empregos muito abaixo das minhas qualificações e competências, até ter criado a nossa agência digital que conta com uma carteira de clientes satisfeitos. Avançar em frente requer muitas vezes um passo temporário para trás, é a única forma de progredirmos.

Razão 4 – Você não é entendido com “Internétes”

Hoje em dia é mais fácil lançar um projeto online do que era há um par de anos atrás. Certos serviços e plataformas de ecommerce hoje em dia tornam possível para uma pessoa sem experiência de programação ou conhecimentos de informática poder abrir uma loja online. Mas se você não é uma pessoa entendida na Web, então vai-se debater bastante.

Ser uma pessoa entendida na internet é uma caraterística que tem de ter como mínimo para ter um negócio viável online. Se sente dificuldades em criar uma conta de email, ou usar o seu banco online ou mesmo usar o Twitter ou Facebook, então você vai-se sentir super frustrado ao tentar criar uma loja online, porque são patamares muito afastados um do outro, mesmo que haja ferramentas consideradas fáceis de usar. Não importa quão simples são estas ferramentas, elas requerem um nível básico de competência online, assim como outros recursos nos quais irá ter de operar para criar, manter e crescer a sua loja.

Não fique triste

Mesmo que neste momento não esteja numa posição ideal para criar ou desenvolver o seu projeto, não quer dizer que não o possa fazer no futuro, à medida que vai desenvolvendo as suas competências ou a sua situação presente. Isto poderá implicar ter de estabelecer algumas prioridades nas suas finanças para se poder tornar mais estável a nível financeiro ao conseguir usar os rendimentos do seu trabalho atual ou aprender algumas tecnologias básicas de internet. Lembre-se que a sua situação atual não tem de ser definida, ela é mutável, assim como você, a mudança pode sempre acontecer com tempo e esforço.

Não encare este artigo que escrevi como forma de o(a) tentar desencorajar, mas sim para o(a) tornar consciente das coisas que tens prestar atenção antes sequer de tomar a decisão de que quer uma loja online.

Certifique-se que está a começar o seu projeto com a mentalidade correta, e com espetativas realistas, e estará muito mais propenso para ter o sucesso que deseja.

Gostou deste artigo? Partilhe-o e deixe um comentário embaixo.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment