O seu site afugenta as pessoas?

Está preocupado com a sua taxa de rejeições no site (pessoas que entram e saem logo)? Já se perguntou porque é que as pessoas abandonam o seu site?

Só tem 2 a 5 segundos para chamar a atenção do visitante. Se não o faz rapidamente, é bem provável que ele saia do seu website e vá ver um website da concorrência.

O seu website deve ser convidativo e ajudar as pessoas, para que elas queiram permanecer no seu site. Por isso, eis cinco maneiras de como o seu website está a afugentar pessoas (e como resolver essa trapalhada).

1. O seu website não é responsivo

Responsivo significa adaptar-se ao ecrã do utilizador.

Em 2016, se o seu website não é responsivo, mais vale nem ter um website.

Responsivo significa adaptar-se ao ecrã do utilizador.

O algoritmo do Google dá grande importância a sites que dão uma boa experiência ao utilizador, e um website que adapta-se bem a dispositivos móveis é bem visto aos olhos do Google. Aliás, o Google mostra se o seu site é “mobile-friendly” nos resultados de pesquisa.

Mobile friendly website nos motores de busca

Cada vez mais pessoas pesquisam na web em aparelhos móveis do que em computadores de secretária. Se o seu visitante tem de andar com os dedinhos a fazer zoom in e zoom out, é provável que ele fique pouco tempo no seu site.

Não sabe se o seu site é responsivo?

2. Carregamento lento do website

1… 2… 3…

3 segundos.

Se o seu website não carregou neste espaço de tempo, mais de metade das pessoas desistiram e abandonaram o seu site.

Imagens, vídeos e scripts são componentes que têm um papel na velocidade de carregamento do seu website, mas há forma de resolver isto.

  • Comprima as suas imagens para idealmente estarem abaixo dos 200KB;
  • Aloje vídeos em plataformas externas, como YouTube ou Vimeo;
  • Compacte o código do seu website para ocupar menos espaço.

Se seguir estes passos irá melhorar a velocidade de carregamento do seu website, o que aumenta as hipóteses de que os utilizadores queiram ficar no seu site, e poderá ajudar também no posicionamento orgânico do seu site nos motores de busca para efeitos de SEO.

Não sabe quão lento/rápido o seu site carrega?.

Use estes websites para medir a velocidade do seu site.

3. Nenhuma chamada de ação

Se não diz às pessoas o que elas devem fazer, como é que vão adivinhar?

Uma chamada de ação (ou apelo à ação) é um texto ou imagem (ex.: “compre já”) que incita o utilizador a tomar alguma ação. Esta ação pode ser descarregar um e-book, inscrever-se na newsletter, atender a um evento, fazer uma compra, etc.

Uma chamada de ação pode ser colocada em qualquer sítio, como o seu website, num email, num e-book, ou no final dum artigo do blog. Normalmente um botão é sempre uma chamada para ação (ex.: enviar mensagem, descarregar e-book).

Não sabe se tem chamadas para ação no seu site?

É fácil. Basta ver se no seu site tem palavras, botões ou imagens que dizem ao utilizador o que ele deve fazer, coisas como “adicionar ao carrinho”, “contacte-nos”, etc.

4. Navegação confusa

Os visitantes querem ir a um website e encontrar o que precisam o mais rapidamente possível.

Em média, uma pessoa deve ser capaz de chegar ao conteúdo que ela quer em 2 ou 3 cliques. Se não o conseguirem fazer, perdem a paciência e abandonam o seu website, frustrados.

A sua navegação deve ser clara e bem pensada, de forma a ser intuitiva. Quando um visitante vai ao seu website, ele deve perceber onde ir de seguida. Se não sabe o que fazer, provavelmente não irá fazer nada, e uma pessoa confusa é uma pessoa que não compra.

[bctt tweet=”Uma pessoa confusa é uma pessoa que não compra.”]

Não sabe como é que um visitante interage com o seu site?

5. Design

Às vezes, menos é mais.

Muitas imagens e áreas no seu site podem “empanturrar” e confundir o utilizador e distraí-lo daquilo que ele deveria fazer (comprar, contactar, consumir conteúdo).

O uso das cores e da tipografia deve ser pensado para a leitura (consumo do conteúdo) e não por “parecer giro”.

Um website bem desenhado e organizado parece mais credível aos olhos dos utilizadores do que aqueles dos seus concorrentes se não tiverem tido cuidado no aspeto e design do website.

  • Use poucas cores;
  • Não use fontes fantasiosas;
  • Faça uso do espaço em branco.

Um website mal concebido dá a impressão que não se preocupa com a forma como a sua empresa se apresenta na internet e no mercado. É como ir a um casamento ou batizado, mas vestido como um pelintra.

O seu website poderia ter um melhor design?

Se sim, está com sorte, pois na nossa agência temos ótimos designers que o(a) podem ajudar a ter algo de que se possa orgulhar de mostrar ao mundo. Fale connosco.

6. Conteúdos desatualizados

Conteúdo é considerado texto, imagens ou vídeos, tudo o que estiver no seu site, mas normalmente refere-se aos textos no seu website.

O conteúdo é uma parte importante do seu website. Se o seu conteúdo está desatualizado ou está mal escrito, isso não deixa uma boa impressão aos visitantes. É como tentar impressionar um membro do sexo oposto indo mal vestido e não tendo a higiene pessoal em ordem.

Se as pessoas não vêem artigos no seu blog ou nas feeds das redes sociais frequentemente, podem pensar que a sua empresa já não se encontra no ativo.

Se as pessoas encontrarem informação desatualizada, podem pensar ainda que a sua empresa não é credível e nem se dá ao trabalho de se manter ao corrente.

O seu conteúdo deve ser:

  • relevante;
  • atualizado;
  • agregar valor às pessoas;

Também é necessário prestar atenção ao SEO, mas pense primeiro nas pessoas, e em segundo lugar nos motores de busca.

Não escreva grandes blocos de texto que são difíceis de ler. Faça como eu e faça parágrafo a cada 3 ou 4 linhas, se possível. Ou então use imagens para tornar o texto mais fácil de digerir.

Não escreva conteúdo demasiado egocêntrico, ou seja, focado em si ou no seu negócio. O objetivo é focar-se nas necessidades do potencial cliente (porque na realidade ninguém quer saber de si para nada, a menos que consiga provar que consegue ajudar os seus prospetos).

O seu site está a afugentar clientes?

Talvez esteja na altura de falar com profissionais. Contacte-nos e vamos saber se o(a) podemos ajudar.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment