Costuma-se dizer que “a diferença está nos detalhes”. Há muitas coisas que podem correr mal, por isso, para garantir a qualidade, os profissionais usam checklists, listas a que recorrem para se certificar que o lançamento do website correrá da melhor maneira.

58 coisas a fazer antes de lançar um website

Esta é a nossa checklist de lançamento dum website. Inclui vários pontos ganhos ao longo de anos de experiência, erros e lições aprendidas. Espero que esta checklist lhe poupe algumas dores de cabeça. Se souber de alguém que trabalha em projetos de design, web e desenvolvimento, provavelmente estará a ajudá-los ao partilhar isto com eles.

Checklist de conteúdo e otimização motores busca

Começamos com o conteúdo. Estes passos garantem que está a seguir as melhores práticas SEO on-page e que o conteúdo é migrado ou apresentado da melhor maneira. Não é necessário mover cada página, mas precisa encontrar pelo menos aquelas que têm melhor desempenho baseado no tráfego (n.º visitantes), posicionamento e popularidade de links.

  1. Entre no Google Analytics e exporte uma lista (ficheiro CSV) das páginas com mais tráfego (topo da página em “Exportar”).
    Exporte páginas com melhor desempenho (mais tráfego) no Analytics

    Exporte páginas com melhor desempenho (mais tráfego) no Analytics

  2. Entre no Google Webmaster Tools e descarregue uma lista (ficheiro CSV) do seu conteúdo com mais links.
    Google Webmaster Tools > Links para o seu Site

    Descarregue lista de páginas com mais links no seu Google Webmaster Tools

  3. Use SEMrush (ou uma ferramenta similar) para exportar a lista das páginas com alto posicionamento. Nota: isto é opcional, pois as páginas que têm um bom posicionamento, são páginas que têm também muito tráfego.
  4. Combine as duas listas numa folha Excel. Verifique o novo website, certificando-se que estas novas páginas ainda irão existir ou que haja uma página parecida para cada uma delas.
  5. Crie uma lista de URLs para todas as suas melhores páginas no site velho e saiba quais as URLs que irão ser alteradas após o lançamento. Crie redirecionamentos 301 das páginas do site antigo para as páginas do novo.
  6. Se o website existente tem um blog WordPress, exporte a base de dados e importe-a para o novo site.
  7. Os títulos (title tags) de todas as páginas deverão:
    • Começar com a palavra-chave pretendida seguida do nome da empresa (ex.: Palavra-chave | Nome empresa)
    • Ser únicos para cada página
    • Ter até 55 caracteres (incluindo espaços)
  8. As descrições meta (meta descriptions) deverão:
    • Ter a palavra-chave pretendida para cada página
    • Ser únicas para cada página
    • Ter até 100-120 caracteres incluindo espaços
  9. Formatação – verifique que cada página tem cabeçalhos e sub-cabeçalhos (etiquetas H1 e H2). As etiquetas H1 devem incluir a palavra chave pretendida nessa página.
  10. Links – deve haver links internos entre as páginas do website. Quando for relevante, estes links devem incluir a palavra chave pretendida da página para a qual está a apontar.
  11. O corpo de texto deve incluir a sua palavra chave pretendida quando relevante.
  12. Apelos à ação (call-to-action) deverão constar nas páginas para guiar o visitante para as ações que queremos que eles façam (comprar, registar, contactar).
  13. Imagens devem incluir alt tags com descrições simples da imagem e a palavra chave quando relevante.
  14. Checklist de design

    Esta é a parte em que se certifica que o design final está de acordo com o plano e o âmbito do projeto. Se houver arestas para limar, deverão ser tratadas agora, a nível de formatação e imagens que possam não corresponder aos designs aprovados, que podem estragar o esforço por trás dum projeto de web design ou desenvolvimento.

  15. Compare os designs aprovados com o website final, revendo cada um dos modelos para quaisquer inconsistências que haja no layout, cabeçalho, fontes, conteúdo e formatação.
  16. Verique que as imagens estão comprimidas para a web, e que o tamanho e qualidade destas são consistentes. Pode usar o Kraken.io, uma ferramenta de otimização de imagens, ou o Smush it
  17. Se houver fotos de bancos de dados de imagens, saiba se existem licenças para elas (se foram compradas)
  18. Verifique se os estilos das fontes, espaços, line height, navegação, cores e todos os outros elementos relevantes são consistentes com o estilo do design do site e da marca (ex.: logótipo)
  19. Checklist Google Analytics

    Configurar o Google Analytics é um passo importante se quiser ter acesso a dados fiáveis. O problema não é colocar o código do Analytics no seu website, mas sim não saber configurar e otimizar corretamente esta ferramenta para tirar o melhor partido dela.

    Se precisar de ajuda a configurar o seu Analytics, criámos cinco vídeos rápidos que lhe mostram como configurar Google Analytics.

  20. Deverá ter acesso ao Analytics e ter sido adicionado à conta em Admin > Gestão de Utilizadores com acesso total (gerir utilizadores, editar, colaborar, ler & analisar). Se não tem acesso total, peça para ter.
  21. Adicione o código do Google Analytics ao seu website. Isto irá variar conforme o seu website estiver desenvolvido, ou que gestor de conteúdos estiver a usar.
  22. Crie filtros para excluir tráfego a partir do IP do seu escritório. Saiba o seu IP aqui. Será um número de 10 dígitos do género XX.XX.XXX.XXX.
    O meu IP

    Saber o seu IP, um número de 10 dígitos.

    Para criar um filtro no Analytics, vá a “Admin > Visualização de Propriedade > Filtros > Novo Filtro”, selecione “Tipo de Filtro” e depois “Excluir > tráfego dos endereços IP” e coloque o seu IP.

    Filtro de exclusão de IP

    Criar um filtro para excluir o seu IP (para não contar como visita).

  23. Defina objetivos para cada tipo de conversão (ex.: /obrigado-contacto ou /recibo-compra). Recomendo configurar um fúnil igualmente.
    Gráfico de visualização de funil

    Exemplo de fúnil de conversão para diferentes páginas.

  24. Ative a pesquisa no site. O “parâmetro de pesquisa” depende do gestor de conteúdos que estiver a usar. Ele estará visível no endereço (URL) quando após usar a ferramenta de pesquisa. Neste exemplo, como mostra a imagem, o parâmetro de pesquisa é a letra “s”.
    Parâmetro de pesquisa

    Ativar a Pesquisa no site e saber o parâmetro de pesquisa.

  25. Ative o e-commerce, se aplicável no seu caso.
  26. Ligue o Google Analytics com o Google Webmaster Tools. Vá a Admin > Visualização de Propriedade > Ver Definições > Definições das Ferramentas para o Webmaster do Google”.
    Google Analytics com Ferramentas do Google para Webmaster

    Ligar Google Analytics com Ferramentas do Google para Webmaster

  27. Se o site tvier uma ligação segura, ou seja, SSL, lembre-se de que o “https” está ativo tanto na secção da Propriedade como na Visualizaçao de Propriedade da sua conta.
  28. Checklist de teste do browser

  29. Verique que os formulários no seu website estão a funcionar. Cada formulário deve fazer o seguinte quando é submetido (enviado):
    • A pessoa que submeteu o formulário recebe uma resposta automática por email, que instala a expetativa da frequência de comunicação entre ele e você
    • A pessoa que submeteu o formulário é direcionada para uma página de obrigado, que inclui alguma mensagem adicional ou links para conteúdo relevante
    • O website guarda a submissão para uma base de dados, no caso do email não funcionar
    • O Analytics grava esta submissão como uma conversão
  30. Teste a funcionalidade de ficheiros de carregamento no gestor de conteúdos para garantir que não há erros de permissão.
  31. Teste as páginas para quaisquer erros de HTML e CSS assim como problemas de compatibilidade em todos os browsers conhecidos e dispositivos.
  32. Teste todas as características programadas, sabendo que tudo está a funcionar, é usável e funciona tanto em PCs como móveis.
  33. Teste a velocidade do website através do Google PageSpeed Insights ou GTmetrix
  34. e corrija os problemas técnicos.

    Checklist final de pré-lançamento

    Está na altura do teste final da sua checklist. Estes serão pontos técnicos que terão impacto no retorno dos seus esforços. Falhar um destes pontos pode resultar num erro que lhe irá custar tempo e dinheiro.

  35. Verique que todas as funcionalidades de terceiros estão ligados às suas contas, como a newsletter, integração redes sociais, entre outros.
  36. Crie uma lista de pontos não concluídos pela altura do lançamento e reveja o que tem de ser resolvido por prioridades.
  37. Descarregue o site atual do servidor (use WebZip ou parecido). Ao ter uma cópia do website poderá reverter para ele caso alguma coisa corra mal no lançamento do website.
  38. Confirme a lista de domínios, será que existem outros domínios que precisam de apontar para o novo site? Se sim, saiba se tem acesso a todos os registos dos domínios.
  39. Tenha os contactos do pessoal técnico/web que o pode assistir no lançamneto. Eles deverão ter o acesso ao registo de domínios e apontar os nameserver do domínio para o novo endereço de IP do servidor (se tiver mudado de alojamento).
  40. Faça um WHOIS lookup para encontrar a informação do registo do domínio, para saber se está com a informação correta.
  41. Encontre a informação atual de DNS ao abrir o seu terminal e abrir www.oseudominio.com
  42. Lançamento

    Se marcou positivamente todos os passos anteriores, parabéns, está preparado para um lançamento de sucesso.

    Uma dica, não lance um website numa sexta-feira. Terá o fim de semana todo para se preocupar, e o fim de semana é para descansar.

  43. Se o website tem um certificado SSL, migre para o novo servidor.
  44. Mude o seu DNS local para testar a nivel local. Isto garante que o servidor, o gestor de conteúdo e quaisquer módulos ou plugins de terceiros estão corretamente configurados para os domínios dos websites respetivos. Ao testar desta forma evita surpresas mais tarde.
  45. LANÇAMENTO. Atualize o seu registo (record) DNS ou envie o endereço de IP de lançamento para o contacto administrativo do domínio, com o pedido de atualizar o registo DNS ou adicionado um A record ao domínio.
  46. Checklist pós-lançamento

    Quando as mudanças de DNS ou do A record estiverem completas, o novo website fica ativo em algumas horas, podendo durar até 24 a 48 horas. Este é o chamado período de propagação e não é um tempo de espera certo, pois os routers que existem pela internet não se atualizam todos ao mesmo tempo.

    Nesta altura poderá vir a ver o seu novo website no seu telefone e o seu velho website no seu PC. Isto acontece porque a rede do seu escritório e o seu telefone ligam-se à web a partir de routers diferentes, portanto não se assuste com este desfazamento.

    Agora, ainda existem algumas coisinhas para fazer.

  47. Verifique se o Google Analytics está a reunir dados.
  48. Configure o seu Webmaster Tools (lembre-se do https:// se o seu website tem um certificado de segurança.
  49. Quando estiver na sua conta do Webmaster Tools desse domínio, faça a submissão dum novo mapa do site, sitemap.xml. O mapa não deverá ter erros após submissão (Rastrear > Sitemaps).
  50. Após o mapa do site passar sem erros, escolha Rastrear > Obter como Google, coloque o seu domínio e clique em Obter e Renderizar.
  51. Rastreamento dum endereço pela Google

    Rastreamento dum endereço web pelo Googlebot.

  52. Ainda no Webmaster Tools, selecione Aspeto da Pesquisa > Links para o site e “despromova” os endereços para quaisquer páginas que não queira que apareça nos resultados de pesquisa para o seu website (veja a imagem).
  53. Sitelinks dum website

    Escolha se os endereços que quer, ou não, que apareçam nesta caixa.

  54. Verifique as páginas do site para se certificar que elas não estão definidas como noindex, nofollow.
  55. Verifique também o ficheiro robots.txt para se certificar que ele não está definido como noindex, nofollow.
  56. Ficheiro robot.text

    Ficheiro robot.text não deverá conter no index, nofollow

  57. Verifique se quaisquer áreas de administração (login) estão definidas como noindex, nofollow e defina-as para “disallow” no sitemap.xml.
  58. Promoção e marketing

    Parabéns, o seu site está online e a funcionar. Os websites são uma parte importante do seu marketing que têm de ser promovidos. Para finalizar, eis uma checklist rápida de lançamento de marketing.

  59. Promova o lançamento do seu website na sua próxima newsletter. Algo simples como “veja o nosso novo website” até pode funcionar bastante bem como título no assunto.
  60. Escreva um artigo como estudo de caso sobre o redesign do website. Mencione o processo, os desafios e agradeça os colaboradores envolvidos.
  61. Agende mais promoções nas redes sociais. Bastarão duas ou três publicações, por cada plataforma social, no espaço duma semana.
  62. Atualize as imagens em destaque nas suas redes sociais com uma imagem que mostre que lançou um novo website.
  63. Adicione um link “veja o nosso novo website” na sua assinatura de email durante duas ou três semanas (depois remova).
  64. Mude a mensagem da sua linha de telefone principal para informar quem telefona sobre o seu novo website.
  65. Verifique por imagens & links que não funcionem.
  66. Clique em todas as categorias, barra de navegação, cabeçalho e rodapé (para saber se vão todos para os endereços corretos).
  67. Para eCommerce, teste se o dinheiro vai para o seu banco e/ou paypal.
  68. Para eCommerce, teste a página de finalização de compra (checkout) para vários produtos.
  69. P.S.: Vale a pena ter uma página “Coming Soon”?

    Se o site não é um redesenho e não existia anteriormente, talvez faça sentido criar uma página “brevemente”, mas apenas se for algo que requeira pouco esforço. Eu não esperaria grande tráfego ou sequer alguma diferença a nível de SEO (otimização de motores de pesquisa).

    Já criámos páginas “coming soon” com uma caixinha de inscrição que permite aos visitantes deixar o seu endereço de email para ser notificado quando o site ficar online, no entanto raramente alguém – se de todo – se inscreve.

    Mais vale usar o tempo de forma produtiva no projeto principal para ir ao encontro dum lançamento bem sucedido.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.