Ponto de interrogação com utilizadores

Se quer que os seus esforços de marketing envolvam o seu público-alvo, precisa desenvolver e testar a sua estratégia de marketing antes de criar o seu produto.

Por vezes os esforços de marketing ficam para trás e o produto é que ganha relevo. E depois é que a equipa de marketing dá do seu suor e lágrimas para tentar alcançar e angariar. É aqui que está o problema, pois existe uma brecha entre a promessa do marketing e a realidade do produto, que leva o cliente a ficar insatisfeito.

A sua estratégia de marketing tem de ser a “cola” que junta a aquisição e retenção de clientes. Assim, é importante começar a pensar e trabalhar nisto o quanto antes, e em vez de deixar o marketing para trás, use-o para ajudá-lo a ter uma boa visão para o seu produto.

Eis algumas recomendações de como eu o faria para mim ou para os meus clientes.

1 – Defina a sua proposição de valor e preço

A primeira coisa a fazer é definir a sua UVP (Unique Value Proposition), ou em Português, a sua proposição única de valor (PUV), o seja, quais os benefícios que o seu produto apresenta aos seus clientes e porque é que eles deveriam comprar de si ao invés da sua concorrência? A sua PUV será a base da maioria das suas decisões estratégicas, portanto convém ter isto bem pensado.

Também deve testar o seu preço. Comece com alguma validação inicial sobre preço com entrevistas ou contactos com potenciais clientes, mas desde que sejam o seu público-alvo, para poder testar o seu preço de forma mais rigorosa.

2 – Elabore o funil de marketing no seu website

Elabore ou atualize o percurso de marketing do seu website para começar a testar a procura pelo seu produto. Isto permite-lhe otimizar e melhorar o seu funil de vendas e de marketing se já tiver um produto existente no mercado.

Por esta altura já deverá ter desenvolvido conhecimentos profundos sobre o seu público-alvo, podendo usar essa informação para refinar a sua proposição única de valor (PUV) e orientar melhor a sua mensagem de marketing para o seu cliente ideal, para conseguir ir ao encontro da “dor” que este sente e que o seu produto consegue resolver.

3 – Defina os seus métricos de sucesso

Antes de começar a testar o seu funil de vendas e marketing, tem de definir quais os seus métricos de sucesso, ou seja, o que é o sucesso para si e como o irá medir? Se ainda não o fez, deverá determinar quanto está disposto a pagar para adquicir novos clientes, ou seja, o seu custo de aquisição de cliente (CAC). É mais fácil olhar só para o número de clientes que está a adquirir, mas se não o está fazer de forma lucrativa, então a sua empresa irá passar por dificuldades mais cedo ou mais tarde.

Pense para consigo se está claro sobre os seus custos de aquisição e o valor de vida do cliente (VVC)? Por exemplo, para uma clínica médica, o VVC dum cliente poderá ser €7000. Isto é a receita que a clínica obterá com este cliente enquanto ele for cliente, que poderá, por exemplo, ao longo de 5 anos em que efetuou essas despesas na clínica. Sabendo o VVC, conseguirá saber até que ponto estará disposto a pagar para obter um novo cliente, sabendo que ele poderá, em média, gastar X euros consigo ao longo do tempo em que ele for seu cliente, que pode variar, mas na sua indústria, deverá saber esta média.

4 – Comece a otimizar antes de lançar o produto

Se está para lançar um novo produto, comece a testar uma página “em breve” para que possa levar tráfego (visitantes) para essa página e recolher subscrições de email (leads). Se já tem uma versão existente do seu produto no mercado, esta poderá ser uma boa altura para começar a otimizar o seu funil de marketing no website.

Em ambos os casos, tem agora um maior entendimento do seu cliente-alvo e da sua proposição única de valor. Enquanto vai melhorando a sua mensagem para ir mais ao encontro do seu mercado, não só vai gerar mais receitas, como estabelecer uma linha base para quão eficiente é que o seu produto está a ser. Por outras palavras, o seu produto está a adquirir mais clientes porque está a fazer um melhor trabalho ao endereçar as dores do cliente ou foi porque otimizou a sua landing page (página de destino)?

5 – Crie um plano de marketing de conteúdos

Use marketing de conteúdos para para alcançar o seu cliente-alvo antes do seu produto ser lançado. Com o conhecimento que obtiver dos seus cliente, pode criar mais conteúdo com o qual eles se identificam, agrega valor e mostra a sua autoridade e experiência no assunto.

Artigo relacionado – dicas de marketing de conteúdos

Se ainda não tem um blogue dentro do website da sua empresa, então está na altura de começar. Mas o marketing de conteúdos é muito mais do que mero blogging. Pode criar vídeos, infográficos, artigos escritos por convidados (guest posting), integrar com as redes sociais, entre outras estratégias integradas. Concentre-se a criar conteúdo que ajuda o seu cliente-alvo, que endereça ou resolve os seus problemas, em vez de usar este meio apenas para promover o seu produto.

Crie conteúdo que ajuda o seu cliente-alvo, que resolve os seus problemas, em vez de usar este meio apenas para promover o seu produto.

Começar a sua estratégia de marketing dará-lhe conhecimento sobre o seu desenvolvimento de produto, permite-lhe saber quão melhor irá adquirir novos cliente quando o seu produto for lançado e também ajudar na retenção de clientes ao ter uma boa mensagem de marketing que vive à altura do seu produto e daquilo que ele dá ao seu mercado.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 4778

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment