Site mobile

O uso dos dispositivos móveis é cada vez mais persistente. Otimizar um website para mobile já não é uma escolha, é obrigatório.

[bctt tweet=”Otimizar um website para mobile já não é uma escolha, é obrigatório.”]

25% dos utilizadores do mundo navega pela internet a partir dum dispositivo móvel. 1 bilião de utilizadores = 1/4 do planeta.

Está na altura de prestar bem atenção a isto e perceber para quem temos de otimizar o nosso website. E a resposta é para todos. Estamos a otimizar tanto para o Paulo, o entusiasta do fitness como para a Maria, que gosta de fazer receitas sem glúten. É para o utilizador mobile moderno.

Por isso aqui vão 6 dicas a não esquecer para o (re)design do seu site mobile.

#1. Otimize para os motores de busca

Fazer o design do seu site mobile para estar otimizado para móveis vai reduzir penalidades contra si se o Google estiver a fazer o crawling do seu site.

Ver também: Introdução ao SEO – guia completo

O Google disponibiliza uma maneira fácil para ver se o seu website está otimizado para dispositivos móveis através deste teste. Pode igualmente ler este documento oficial do Google.

Eis os pontos principais do guia do Google.

Não colocar scroll horizontal

Com as atualizações do Google ao seu algoritmo, os sites podem ser penalizados por ter conteúdo que possa ser muito pequeno de ler nos mobile, porque isto força o utilizador a ter de fazer zoom constante para ler. O tipo de letra e tamanho da fonte deve ser pensada quando estiver a conceber um website para aparelhos móveis.

Não use tecnologia ultrapassada

O Flash, apesar de ter muitos fãs, está em desuso nas tecnologias web empregues no desenvolvimento gráfico e web. Antigamente os sites Flash eram “tão giros”, mas hoje em dia são maus para se verem em aparelhos e redes móveis (carregamento) e até incompatíveis com vários dispositivos (Apple). Resumindo: não use Flash.

Seja responsivo

O webdesin responsivo é popular atualmente porque resolve a maioria dos pontos aqui discutidos. O que significa ter um site responsivo? É ter um layout flexível e fluído, que proporciona uma experiência de visualização consistente, desde os dispositivos mais pequenos (móveis) até aos maiores (PC secretária). O web design responsivo poupa trabalho em ter de criar um website à parte apenas para móveis.

#2. Fácil acesso a contactos

Num aparelho móvel, a via principal de contacto é o dispositivo no qual está a ver o site. Torne fácil para os utilizadores estarem a 1 clique (navegação) do seu número de contacto, que deve ser clicável ou selecionável. Um formulário de contacto não é tão bom porque implica ter de escrever no telemóvel. A maioria dos utilizadores acaba por não preencher nada (porque o ser humano é um animal preguiçoso).

Como bónus, até pode fazer uso de software especial para lhe permitir saber o número de cliques que o link do seu n.º de telefone recebe. Assim pode usar estes métricos para melhorar o seu site mobile.

#3. Tamanho apropriado para elementos do site

Se é um mãos de manteiga como eu, vai ser difícil conseguir clicar naquele botão que está ao pé de outro link que não interessa. Se “aquele” botão for o seu Call-to-Action (apelo à ação) e o utilizador clicou noutro link inútil, perdeu uma oportunidade de o converter em lead ou cliente, só porque os elementos do seu site não reproduziram em escala.

Lá por um botão ter um tamanho grande no computador de secretária, não quer dizer que vá reproduzir bem em escala quando for apresentado num aparelho com um ecrã pequeno. Aumente os botões e os tipos de letra em proporção já a pensar nisto.

#4. Ver website todo em mobile

Proporcione ao utilizador uma forma fácil de ver todo o website, mesmo que tenha prédefinido o seu site para esconder alguns elementos (tais como barra lateral) para dispositivos móveis. Há utilizadores que gostam de ver a página por inteiro. Uma maneira de fazer isto é ter um botão geral que permite ao utilizador móvel poder aceder ao site por inteiro e poder ver os elementos escondidos.

Pondere ter essa opção como uma call-to-action, que pode ser um botão que leva para uma página específica, mostrando o site por inteiro. Assim conseguirá saber quantas pessoas querem ver o site no seu todo, dando-lhe informação sobre o que poderá estar a falar no seu mobile site.

#5. Rápido a carregar

O seu site mobile deve ser rápido a carregar.

A atenção dos utilizadores é muito passageira, especialmente ao aceder a websites via dispositivos móveis. Mais de metade dos utilizadores móveis abandonam o seu website se têm que esperar mais que 3 ou 4 segundos para a página carregar.

A dificultar isto, ainda está a ligação das redes móveis por Wi-fi, que é inconsistente, e é necessário ter isto em conta. Eis algumas maneiras de garantir que o seu website carrega rapidamente num aparelho móvel.

Otimize as suas imagens

Otimizar as imagens é a maneira mais fácil de otimizar o tempo de carregamento do seu site. Quando um site tem muitas imagens e elas são pesadas, isto prejudica o carregamento da página. Use compressores de imagem com o kraken.io para reduzir o tamanho do ficheiro, mantendo a qualidade da imagem.

“Desempanturre” suas folhas de estilo

Outra maneira de reduzir o tempo de carregamento do seu site em mobile é fazer uma auditoria ao código do site, e encontrar todas as folhas de estilo que podem ser “minimizadas”, ou seja, comprimidas para reduzir o espaço entre as linhas de código, reduzindo assim o tamanho dos ficheiros (CSS e JavaScript).

#6. Organize o conteúdo eficazmente

A sua proposição de valor está bem visível no site? E a sua call to action?

O seu site será visto em ecrãs pequenos, assim haverá uma restrição de conteúdo, tornando mais importante a apresentação dos elementos do site que interessam mostrar ao utilizador, não só para lhe proporcionar uma boa experiência, como para o converter em lead ou cliente.

Pode ser necessário remover conteúdo para dar mais destaque a determinada informação ou elemento do site.

Parta do princípio que o utilizador só lhe vai dar 3 segundos de atenção, e mesmo que queira ver um bocado do site, só o irá ver na diagonal, de relance. Certifique-se que o relance dele passa por aquilo que lhe quer mostrar, e que o seu conteúdo está disposto de forma a beneficiar o utilizador, e o seu site mobile.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment