Como usar a emoção no branding

Não é preciso ser um especialista em negócios, para perceber que os clientes habituais são mais valiosos para um negócio do que um cliente de uma única compra. Porém, conseguir manter um cliente é muito mais fácil dizer do que fazer.

Uma empresa não só tem de convencer um potencial cliente a converter-se, como também deve oferecer um trabalho contínuo e de qualidade para que os clientes desejem voltar.

E, a não ser que esteja num mercado de nicho, vai ter de enfrentar a sua concorrência. Que provavelmente oferece um serviço ou produto tão bom quanto o seu.

Para estar um passo à frente da sua concorrência, deve estabelecer uma excelente marca para o seu negócio, produto ou serviço. Uma marca é muito mais do que um logótipo.

É toda a impressão geral, que um consumidor tem do seu negócio quando vê esse logótipo ou conhece o nome da sua empresa.

As grandes empresas dão prioridade à marca, de tal forma que os clientes repetidos chegam a antecipar uma próxima versão de um produto ou uma atualização de um serviço.

Basta pensar na Apple, que não precisa nem anunciar nada para as pessoas ficarem entusiasmadas. A sua identidade de marca comanda muita atenção.

Lembre-se que está a oferecer o seu produto ou seviço para seres humanos, a melhor maneira de estabelecer um relacionamento duradouro é através de conexão emocional.

Criar uma marca emocionalmente sustentável, deve ser uma prioridade nas suas estratégias de design e marketing.

Mantenha estas quatro dicas em mente quando estiver a criar a sua estratégia de branding.

1. Qual é a reacção emocional ao seu produto?

Conectar-se com um consumidor através do seu branding tem raízes na psicologia humana. Abordar o processo de pensamento de um consumidor, vai ajudar no design da marca.

Para esse fim, pense na reacção emocional que um cliente terá ao interagir com o seu produto.

O seu produto satisfaz uma necessidade imediata de um consumidor e, portanto, causa alívio? Talvez o seu produto tenha sido criado para satisfazer o utilizador, ou para obter uma sensação de conforto e segurança.

Encontrar a reacção emocional ao seu produto, e usá-la como a base sobre a qual a sua marca é construída, contribuirá para o sucesso a longo prazo da sua marca.

Lembre-se, a função específica de um produto por si só não determina necessariamente a reacção emocional ao seu produto ou serviço.

Algumas cervejas são destinadas a ser consumidas em festas, enquanto outras oferecem uma experiência de bebida mais refinada e sofisticada.

Procure ser o mais específico possível com a sua análise emocional do seu produto.

2. Lembre-se da psicologia

O branding e a psicologia humana estão interligados. A emoção tem as suas raízes no cérebro humano, o que significa que é especialmente importante considerar a psicologia, quando se trata de branding.

Pense em cores. Acredite ou não, o cérebro humano tem respostas instintivas a certas cores. Não vai querer deixar a psicologia da cor, no design da sua marca, ao acaso ou por mera preferência pessoal.

Certifique-se de que o seu esquema de cores corresponde ao da resposta emocional desejada dos seus consumidores.

3. Contextualize o seu público

À medida que desenvolve a sua marca, aprimore no seu público-alvo para capturar a base inicial dos primeiros clientes que serão leais com a marca desde o primeiro dia.

Para fazer isso, pense em que tipo de consumidor ou cliente precisa do seu produto e adapte-o à sua marca. Isto significa levar em consideração coisas como a faixa etária, cultura, região geográfica e status económico.

Para estabelecer uma ligação sustentável com esse grupo, mantenha as necessidades emocionais e os desejos do seu público-alvo.

Quando, por exemplo, a Burberry renovou a sua marca para se afastar da sua associação com a cultura de gangues Inglesas, aprimorou-se numa nova audiência.

Compradores de luxo e adptou a sua marca e marketing para desencadear respostas de necessidade emocial do seu produto, usando celebridades em campanhas publicitárias.

Dar ao seu público-alvo um contexto, vai ajudar a criar uma conexão emocional entre a sua marca e o seu cliente.

4. Crie uma narrativa com o seu público-alvo

Todos adoram uma boa história. Uma história bem estabelecida para a sua marca, é uma forma eficaz de dar vida à sua marca e consolidar uma relação entre os seus clientes e a sua marca.

Melhor ainda, se as pessoas sentirem que são parte da história, a sua marca perpetuará através dos seus clientes.

5. Mantenha a sua mensagem consistente

À medida que a sua base de clientes começa a crescer, a sua marca enfrentará desafios em termos de agardar a todos, mas não vai tomar decisões de branding em cima do joelho que afastem clientes antigos para atrair os novos.

Identifique a reacção emocional dos consumidores ao seu produto ou serviço, faça um compromisso entre os dois grupos de clientes, mantendo a mensagem consistente com essa reacção.

A reacção emocional é o que atrai os clientes para a sua marca, em primeiro lugar, por isso não se desvie.

Por exemplo, pense no McDonald’s, eles ajustaram o menu para oferecer opções mais saudáveis. Mas, ainda mantêm os clássicos que os tornaram tão conhecidos. Ao mesmo tempo que mantém o mesmo slogan “I’m Lovin ‘It”, que sugere que não importa o tipo de comida que eles estão a vender, a reacção emocional dos clientes será a satisfação de uma boa refeição.

Tem outras dicas que acha útil? Partilhe connosco nos comentários.

Na DesignPT, ajudamos empresas de todos os tamanhos a construir marcas imparáveis, se você ou a sua equipa precisa de ajuda ou aconselhamento com a sua marca, entre em contacto connosco.

Logótipo
Design logótipo profissional
a partir de €200

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 4773

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment