Tendo uma pequena empresa, pode não ser possível ter o mesmo acesso ao staff, tempo e recursos que uma empresa maior desfruta, mas isso não quer dizer que não pode “parecer” tão grande quanto eles.

O email marketing é uma boa ferramenta para todo o tipo de empresas, e pode ser particularmente útil para pequenas empresas à procura de concorrerem com grandes nomes nos seus mercados.

Uma boa estratégia de email marketing pode ajudar a sua empresa a passar por cima das limitações de orçamentos e de staff que possa ter, permitido ligar-se a mais potenciais clientes, apesar de ser uma empresa mais pequena.

Estas dicas vão ajudar a sua empresa a conseguir concorrer com as marcas maiores ao fazer uso de boas campanhas de email marketing.

Seja menos formal

As grandes marcas têm acesso a grandes listas de emails, o que lhes dá uma vantagem no que toca a chegar a muitos potenciais clientes.

A sua lista de emails pode ser pequena, mas não significa que não possa vir a ter bons resultados dela. Emails que são personalizados têm 6 vezes mais eficácia do que aqueles que não são personalizados.

Portanto, faça uso das variáveis de personalização nos seus emails.

A personalização vai para além de apenas um nome no topo do email. Use também outros dados que coletou das interações com a sua lead, quer sejam hábitos de compra história de cliques, comunicações one-to-one, de forma a poder enviar campanhas que vão ao encontro daquilo que o seu subscritor está à procura.

Não envie a mesma mensagem para toda a gente: teste e envie emails para segmentos diferentes (como nós já fizemos aqui na agência, os resultados são interessantes). Experimente mudar as imagens e o conteúdo, como necessário, para enquadrar melhor a sua mensagem ao segmento de pessoas enviado.

Vamos supor que você gere uma instituição de formação ou de ensino. Ao falar com potenciais clientes/estudantes em eventos físicos, use tablets para angariar (logo no momento) os nomes, emails, ano de escolaridade, etc, dos alunos ou potenciais alunos.

Depois pegue nessa informação e segmente essa audiência com emails que enviará como follow up.

Por exemplo, potenciais interessados podem receber emails apelativos com os benefícios de entrar na escola; alunos acabados de entrar podem receber um email a mostrar onde ficam as instalações da instituição, enquanto os estudantes que já lá estão há alguns anos podem receber informações de outros cursos avançados e benefícios de continuar a sua educação.

Quanto mais segmentados e relevantes forem os seus emails, mais eficazes serão a envolver as pessoas e a interessá-las no seu produto ou serviço.

Automatização

A personalização é importante, mas sem ter uma equipa de marketing, pode ser uma tarefa complicada só para uma pessoa.

E é aqui que entra a automação. A automação do email marketing permite saber como é que a nossa audiência interage com os nossos emails e segmentos de listas, baseados em parâmetros específicos (se abriram email, se clicaram) e automatiza os emails de acordo com o comportamento que as pessoas fizeram.

Em vez de monitorar manualmente as taxas de cliques e enviar respostas personalizadas, estes workflows automáticos fazem tudo por si.

Estes workflows são como que uma conversação com uma sequência lógica, que parece natural para os seus leitores, e que devem ser escritas antecipadamente para estarem no workflow e serem enviadas automaticamente.

Mas lá por ser automatizado não significa que seja uma tarefa feita duma só vez, é necessário rever e acompanhar o processo ocasionalmente para verificar o desempenho das campanhas e saber se está tudo a funcionar corretamente, e também poder fazer tweaks aos workflows para melhorar o desempenho das campanhas.

Medir

Analisar o sucesso das campanhas e saber o ROI é importantíssimo no email marketing. Tanto pequenas como grandes empresas têm de olhar para a analítica das campanhas anteriores de forma a moldar estratégias e táticas futuras.

No entanto, o desafio para as pequenas empresas passa por encontrar o tempo necessário para comprar relatórios vindos duma variedade de ferramentas para poder saber a eficácia duma campanha.

Por isso convém usar um fornecedor de email que consiga satisfazer as suas necessidades. Contacte alguns fornecedores de email marketing e comunique as suas necessidades, para perceber se têm o tipo de funcionalidade que precisa.

Alguns serviços de email marketing que contêm automation incluem o MailChimp, E-goi, Active Campaign, entre outros.

Não é necessário ter uma equipa inteira para analisar o ROI das suas campanhas se souber o que medir e o que analisar, fazendo uso das ferramentas certas.

David contra Golias

Dá para competir com empresas maiores, porque a revolução digital permitiu esta disrupção, este desequilíbrio que antigamente não existia.

Uma pequena empresa de 5 a 10 empregados consegue agora competir com marcas maiores e roubar-lhes quota do mercado ao fazer uso de bons profissionais que sabem criar estratégias, medir, analisar e implementar campanhas de sucesso.

E você também pode fazer isto, e a sua arma secreta será landing pages criadas de forma profissional, templates de email responsivos e formulários de inscrição dinâmicos incorporados no seu website.

O email marketing permite competir com as grandes empresas e dar-lhe a agilidade que precisa para conquistar o mercado.

Artigos Relacionados
7 Erros de Email Marketing que os Empresários Cometem
O email marketing ainda é dos melhores meios de marketing
Email marketing: fundamentos
5 dicas rápidas de Email Marketing

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment