imagem de lupa e envelopes

Nos últimos anos tem havido uma tendência inteligente e uma progressão em como os empreendedores e as pequenas empresas pensam sobre o marketing.

Com a introdução de ferramentas de marketing e canais como as redes sociais e o email marketing, um(a) empreendedor(a) pode criar de forma mais acessível comunidades online e conectar-se com o seu público-alvo de que de outra forma, anteriormente, não era tão fácil fazer.

Mas não são apenas as empresas que passaram por mudanças no mundo digital e do marketing online.

Os consumidores também mudaram. Com acesso a mais informação e novas formas de se conectarem com as suas marcas favoritas, as pessoas esperam mais das mensagens de marketing que recebem.

Talvez isso explique porque é que mais de metade dos consumidores escolhem se desligar duma marca quando esta lhes apresenta conteúdo irrelevante. Eles querem informação que seja relevante para eles enquanto indivíduo, não apenas como “mais um número”.

As pessoas também esperam que as empresas percebam as suas necessidades individuais e preferências enquanto consumidor. A frequência das suas mensagens irá determinar se eles irão manter a relação consigo e com o seu projeto ou negócio. Elas têm expetativas mais elevadas, e as marcas (e você) têm de se adaptar para esta realidade.

Os seus contactos de email não são todos iguais

Se já usou email marketing para o seu projeto ou para sua empresa, então sabe quão valioso poderá ser a sua lista de emails.

A sua lista, ou seja, os seus contactos de email, são o sangue dos seus esforços de email marketing. À medida que a sua lista cresce, também cresce a probabilidade do seu público-alvo receber a sua mensagem. Com cada novo contacto, o seu alcance é prolongado, permitindo-lhe trazer mais resultados do seu email e mais oportunidades para a sua empresa.

Mas estes contactos são mais do que apenas nomes ou emails numa base de dados: eles são pessoas. Cada uma delas tem os seus interesses, necessidades, problemas e expetativas.

Algumas pessoas podem ser clientes existentes e fiéis, outros podem ser completamente novos à sua empresa.

Alguns poderão estar prontos para comprar os seus produtos ou requisitar os seus serviços, enquanto que outros precisam de mais informação. Para aqueles que estão interessados em fazer uma compra ou assinar um serviço, uns podem preferir fazê-lo online enquanto que outros estão mais confortáveis em ir à loja e ter uma comunicação mais direta.

Todas estas diferenças são aquilo que tornam as pessoas da sua lista únicas. À medida que a sua lista cresce e quer expandir para alcançar uma maior audiência, estas diferenças seguem um papel importante sobre se a taxa de aberturas e cliques permanece consistente, e mais importante, se os seus emails continuam ou não a gerar resultados para o seu negócio.

A vantagem do email marketing

Com o email marketing é possível ter um maior grau de controlo do que, por exemplo, nas redes sociais, pelo menos na maneira como o conteúdo é entregue ao seu público-alvo.

Isto é porque com o email marketing você tem contactos seus, em vez de listas compradas ou alugadas (espero que não tenha destas, porque isso não é marketing permissivo).

À medida que faz a coleção do seu público-alvo, irá aprender mais sobre os seus interesses, necessidades e expetativas que tornarão cada contacto único.

Com essa informação , será capaz de tomar melhores decisões sobre o tipo de conteúdo que cria, a frequência com que o envia, e a forma como pode mensurar isso com membros específicos do seu público- alvo.

Eis alguns exemplos de como se segmentam listas em indústrias diferentes:

  • Uma empresa contabilista poderá enviar emails a clientes existentes a avisar sobre novas regulamentações e lembretes sobre quando certos pagamentos têm de ser efetuados; e a potenciais clientes dicas de como se precaver com certas regras ou imposições do Estado para ganhar a confiança deles;
  • Uma empresa de massagens e SPA envia cupões de desconto para clientes que comprem um produto de beleza, e outros que agendem uma sessão;
  • Um café-bar envia um email promocional sobre um novo tipo de café/expresso existente, enquanto que envia para os amantes da noite um outro pacote promocional com desconto em quantidade para bebidas (ex.: minis) ou <em>ladies night</em>;
  • Uma agência consultora ou de formação envia um email para clientes existentes a reforçar o papel de consultoria contínua, e para outros interessados em formação, os cursos mais recentes.

Como funciona a segmentação de listas

Como calcula, existe uma míriade de formas como pode usar a segmentação para seu benefício. Mas se está a pensar segmentar ou crescer a sua lista, nem sempre é fácil saber por onde começar.

Perceber que os seus contactos têm necessidades únicas e interesses específicos não vai automaticamente segmentar a sua lista em grupos apropriados. Nem irá criar conteúdo por si. É necessário haver alguém que consiga fazer isto por si, mas ainda antes disso, saber como vai enviar os emails, ou seja, que plataforma escolher.

Existem várias plataformas no mercado, ou seja, empresas que têm servidores dedicados que enviam emails, mas você tem à mesma de criar uma campanha, importar ou criar a sua lista, segmentá-la (se fizer sentido), usar ou criar um template de email, criar o conteúdo e preparar tudo para enviar.

Há várias plataformas. As principais são a Aweber, MailChimp, E-goi (esta é uma empresa Portuguesa).

Se já tiver um método para enviar emails, podemos passar à frente.

Há passos que pode tomar hoje, que o poderão ajudar a segmentar os seus contactos daqui para a frente.

1. Segmente no ponto da inscrição

Você pode mudar o seu processo de inscrição para começar logo a segmentar os contactos.

Pense no tipo de conteúdo que possa ser relevante para o seu público-alvo. Se você tem uma loja de venda a retalho, restaurante ou hotel que atrai visitantes em certas épocas, poderá ser vantajoso perguntar às pessoas a sua cidade e distrito (ou até país) no ponto de inscrição do formulário.

Se é um contacto local, poderá enviar mensagens segmentadas para ajudar a levá-los para o seu estabelecimento ao longo do ano. Mas se um contacto viver fora da sua zona de influência ou da comunidade, talvez queira mudar a sua mensagem para os ajudar a manter ligados a si durante uma época mais lenta até que estejam de novo na zona.

Aproveite esta oportunidade para pedir novas inscrições sobre a frequência e tipo de conteúdos em que eles estão mais interessados vindos da sua empresa. Por exemplo, poderá ter uma opção no seu formulário com um “visto” que eles podem selecionar sobre a frequência dos emails enviados (exemplo: 1 vez por semana), ou o interesse (exemplo: artigos do blog, ou apenas cupões, ou outros), e de acordo com a seleção deles, segmentá-los para listas individuais automaticamente.

Pedir muita informação, muito cedo, pode ter um efeito negativo, já que as pessoas poderão não estar recetivas para dar tanta informação ao começo. Em vez disso, torne apenas obrigatória a informação mais relevante e dê-lhes a opção de preencher estes campos de forma opcional.

2. Envie um questionário

Se já tem uma lista de contactos e não tem a certeza como a segmentar, use um questionário de follow-up para perguntar aos leitores que tipo de conteúdo eles querem receber.

Tenha um plano, à priori, sobre o tipo de conteúdo mais relevante para o seu tipo de público-alvo (ou públicos). Mantenha a coisa curta e simples e ponha o feedback deles em ação, para que as pessoas percebam que as opiniões e escolhas delas estão a ser ouvidas e recebidas.

3. Meça os cliques

Ao medir a forma como os seus contactos interagem com os seus emails, poderá aprender mais acerca de quem estas pessoas são, os problemas que estão a passar, e como é que você se poderá posicionar para que a sua empresa possa ir ao encontro dessas necessidades.

Analisar os cliques nos relatórios ajudá-lo-á a saber em que conteúdo, produtos e serviços os seus contactos estão mais interessados.

O ideal seria poder ter listas separadas (de forma automática, dependendo do prestador de serviços que escolher), baseado em quem clica nos seus links. Com isso poderá tomar decisões mais acertadas sobre que tipo de conteúdo a apresentar e a que contactos.

4. Decida por onde e como segmentar

Segmentar a sua lista de emails não é apenas apresentar uma experiência mais positiva para os seus contactos, é também dar-lhe mais oportunidades para o seu negócio também. Afinal de contas, uma empresa ou um projeto existe para ser lucrativo.

Como empreendedor(a), empresário(a), ou gestor(a), você provavelmente já sabe muito sobre as pessoas da sua indústria, que visitam o seu website, e algumas das necessidades que possam ter.

Talvez já tenha uma lista dos seus melhores clientes, as pessoas com maior propensão para abrir os seus emails, ler o seu conteúdo e tomar o próximo passo (comprar algum produto ou serviço).

Com a segmentação, você poderá recompensar estes clientes pela sua lealdade ao colocá-los numa lista especial (vip). Tem um evento ou venda especial marcada? Está em vias de lançar uma nova linha de produtos ou serviços interessantes? Dê-lhes a conhecer, em primeira mão, ao agendar um email mais privado, para eles, uns dias antes de notificar toda a lista.

Também pode criar uma lista das pessoas que acabaram por se desligar um pouco da sua marca, e olhar para formas de como os trazer de volta (lembrá-los que você existe).

Assim como os seus contactos têm necessidades e interesses diferentes, eles também vão variar no tipo de valor que vão acrescentar ao seu negócio. Identifique que valor é esse, o que irá ajudar a tomar as suas próprias decisões de como segmentar os seus contactos.

Se precisar da ajuda, prestamos consultoria neste sentido.

Artigos relacionados.

Os elementos mais importantes para aumentar subscritores
Problemas de base de dados que podem estragar os seus esforços de email marketing
Crie a sua própria e-mail newsletter em HTML
Escrever uma Newsletter que traga Retorno
7 Erros de Email Marketing que os Empresários Cometem

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

2 comentários

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.