Motivos para mudar nome de empresa

Está a pensar mudar o nome da sua empresa ou negócio? Não é uma decisão a ser tomada de ânimo leve.

Um bom nome pode incorporar a história da sua marca de maneira significativa e memorável. Um mau nome pode trazer mais problemas do que resolver, deixar os clientes e funcionários confusos.

Mudar o nome da sua empresa é um esforço emocionante e gratificante, quando é feito corretamente. Trabalhar com um parceiro experiente ou, no mínimo, que siga um processo para a criação de um nome, ajudará a ter um conjunto de nomes viáveis e memoráveis para escolher.

Antes de iniciar esse processo, é importante avaliar se mudar o nome da sua empresa, negócio ou marca é a decisão certa a tomar.

Existem várias razões para mudar o nome da sua empresa. Vamos ver 5 motivos para mudar o nome da sua empresa:

1. Está a ser legalmente forçado a mudar o nome

Se outra empresa enviou uma carta a solicitar ou a exigir que sua empresa altere o nome, provavelmente é uma boa altura para iniciar o processo de mudança.

Também, é um bom momento para garantir que não acaba na mesma situação novamente. Ao selecionar um nome, é imperativo verificar se o novo nome não está a ser usado por ninguém.

O INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial permite pesquisar se uma marca já está registada. O site justica.gov.pt também explica como fazê-lo.

Para manter a sua marca em segurança, é sempre aconselhável consultar um advogado de propriedade intelectual antes de fazer a sua seleção final.

Um advogado, é a melhor maneira de garantir que seu nome é mesmo seu. Eles ajudam pelo processo de preenchimento da documentação necessária e ajudam a proteger o seu nome contra ameaças futuras.

2. Superou o seu nome

Imaginemos que lançou a sua empresa há 22 anos com um nome perfeitamente adequado à sua marca. Ele foi alinhado às suas propostas de voz e valor, para que o público soubesse o que esperar.

Só porque o seu nome funcionou naquela altura não significa que ele tenha resistido a tudo o que a sua empresa passou.

Quando a Apple foi lançada, chamava-se Apple Computers. Em 2007, Steve Jobs anunciou que “Computers” seria retirado do nome oficial da marca.

Essa simples mudança significou que a marca não estava mais ligada a um único produto. Ele abriu a empresa para oferecer uma gama de vários produtos.

Mais recentemente, a Tesla seguiu uma abordagem semelhante, ao retirar “Motors” do seu nome.

O nome da sua marca ainda se adapta a todas as ofertas? Ou está desatualizado, não reflete mais quem a sua empresa é hoje? Neste último caso, mudar o nome da sua empresa pode ser uma maneira eficaz de incluir melhor tudo o que sua marca faz, ou aspira a fazer no futuro.

3. O seu nome não de destaca

Existem muitas razões pelas quais os nomes não se destacam da concorrência. Enquanto alguns são muito genéricos, outros são muito da última moda.

Nomes que incluem modas passageiras podem parecer uma boa opção na altura, mas correm o risco de ficar desatualizados. Lembre-se de quando parecia que todas as empresas que iniciavam em 2010 tinham um nome terminado em -ly.

Por algum tempo, essa tática parecia uma boa maneira de obter um nome de domínio inteligente, mas não demorou muito para que a tendência parecesse previsível e cliché.

Jeff Bezos, o fundador da Amazon, quase caiu em algo semelhante para o nome da empresa. Um dos primeiros nomes que ele considerou foi Relentless (o relentless.com ainda redireciona para a Amazon.com).

Felizmente, o nome foi considerado sinistro demais para a personalidade da marca e a empresa optou por um apelido que refletisse a vasta escala das suas ofertas: a do maior rio do mundo. O que começou com livros rapidamente se expandiu para incluir, tudo de A a Z.

Evite estas armadilhas. É normal querer um nome que esteja alinhado com as tendências atuais. Mas é sempre melhor perguntar-se até que ponto a tendência será intemporal.

Convide pessoas para o seu processo de naming que sejam capazes de pensar grande e não convencional. Evite o esperado e, com alguma sorte, a sua marca sobreviverá à própria tendência.

4. Está a enfrentar uma crise imprevista de relações públicas

Em 2014, uma nova empresa de pagamento através de telemóveis estava a dar os primeiros passos. Eles tinham o apoio da AT&T, T-Mobile e Verizon. Eles até tinham cartazes impressos que apareciam nas montras das lojas: “ISIS Mobile Wallet ”. Como dá para perceber, Isis Mobile Wallet foi uma escolha infeliz de nome.

Quem poderia prever que uma empresa com o nome de uma antiga deusa egípcia iria partilhar o seu nome com a sigla do grupo militante extremista do mundo?

Em resposta a esses imprevistos, a empresa foi obrigada a mudar o seu nome para SoftCard, a própria definição de um nome sem brilho. Não é de surpreender que eles tenham sido substituídos pelo Google Wallet.

Esta crise de relações públicas foi completamente imprevisível. A Isis Mobile Wallet não foi a única empresa a ter tanto azar. Uma marca de San Diego chamada ISIS Pharmaceuticals foi uma das muitas outras obrigadas a mudar de nome.

Isto mostra que, às vezes, pode fazer tudo bem, mas imprevistos acontecem.

5. Expandiu para além da sua área geográfica

Em 1946, uma oficina de reparação de rádios foi fundada com o nome de Tokyo Tsushin Kogyo. A empresa criou o primeiro rádio transistor do Japão em 1955 e, cinco anos depois, a primeira televisão transistorizada no mundo.

Com o seu crescente sucesso, a Tokyo Tsushin Kogyo decidiu que precisavam de um nome que não estivesse mais ligado à capital japonesa.

Depois de pesquisar nomes que os americanos podiam pronunciar facilmente, os jovens fundadores da Tokyo Tsushin Kogyo chegaram à Sony, uma combinação da palavra latina para som, sonus e o diminutivo “sonny” americano, que eles esperavam sugerir “uma empresa de jovens que compensava em energia o que lhes faltava em tamanho.”

Existem casos, em que uma marca é capaz de se expandir além da sua área geográfica e levar o nome com ela. Afinal, os nomes geográficos estão embutidos no caráter e na história da sua localização e podem ser parte integrante da história de uma marca.

Contudo, na maioria das vezes, nomes como esses limitam o alcance e a credibilidade de uma marca. É difícil posicionar a sua empresa como um grupo nacional ou internacional se o seu nome sugerir que a sua marca é especialista em ofertas regionais.

À medida que a sua empresa cresce, um nome mais amplo permite que se conecte mais profundamente com novos clientes em novos mercados.

E agora… 3 Motivos Para não Mudar

Por todas as razões pelas quais uma empresa deve considerar mudar de nome, há pelo menos tantas razões porque não deve.

A seguir, alguns dos motivos muito comuns em que uma mudança de nome não é aconselhável:

1. Não tem adesão interna

Para ter sucesso, uma mudança de nome precisa ser suportada por aqueles que estão no topo. No mínimo, a maioria da sua equipa de liderança deve estar de acordo.

Os nomes carregam muito valor sentimental, especialmente para fundadores e proprietários. Se não houver consenso sobre a necessidade de um novo nome, passar pelo processo pode acabar sendo um esforço desperdiçado.

Se deseja convencer um ou mais membros da sua equipa de que um novo nome é necessário, é melhor ter uma equipa de parceiros-chave que acreditem na sua visão para uma marca melhor.

Faça a sua pesquisa e tenha um argumento convincente para um novo nome. Qualquer um dos motivos expostos acima é um bom ponto de partida.

Naming é difícil o suficiente quando a liderança entra no projeto convencida do seu valor. Tentar mudar o nome com tomadores de decisão que não estão convencidos, é como tentar correr uma maratona com um pneu atado à sua cintura. Pode tentar, mas provavelmente não chegará à meta.

2. Está aborrecido com seu nome atual

Nós entendemos. Trabalhar na mesma marca ano após ano pode ser cansativo. É fácil perder de vista a inspiração que encontrou no seu nome. Mas é o nome que realmente é o problema? Ou é a marca, por trás?

Se for o último, o que pode precisar, em vez de um novo nome, é um rebranding, ou simplesmente uma atualização da marca. Ficará surpreso, com o quanto uma iniciativa de reposicionamento pode revigorar uma marca aparentemente sem brilho.

Só porque está aborrecido com o nome da sua marca não significa que os seus clientes estejam. Uma coisa a considerar cuidadosamente, ao pensar em mudar o nome da sua empresa, é o valor da marca que perde.

Por mais impactante que uma mudança de nome possa ser, às vezes rebranding é o melhor curso de ação, no interesse de preservar a lealdade à marca.

3. Tem expectativas irreais

Se há algo que é fundamental para o sucesso de um projeto de mudança de nome, é um conjunto realista de expectativas. Por mais tentador que seja acreditar no contrário, o nome perfeito que eu sei quando o vir, simplesmente não existe. Ou, se houver, já foi registado por outra empresa. O amor à primeira vista quase nunca acontece quando se trata de naming.

Um estudo da Harvard Law Review intitulado “Estamos a ficar sem marcas para registar?” Descobriu que mais de 70% das palavras em inglês em uso comum já estão registadas. Tentar encontrar um nome significativo, e de marca registada com um nome de domínio correspondente é ainda mais difícil.

Por mais difícil que seja encontrar um bom nome, não é impossível. Ainda não, de qualquer maneira. Só precisa ter a mente aberta para as recomendações que a sua agência traz para a mesa.

Nunca poderá ver todo o potencial de um nome na primeira vez em que o ouvir ou vê, fora de contexto e sem nenhuma história de marca existente por trás dele.

Apple, Microsoft, Google, Walmart, a grande maioria dos nomes de marcas na lista da Fortune 500 soaria como ideias terríveis se os ouvisse pela primeira vez.

Mas com posicionamento, identidade e histórico de desempenho, todos esses nomes evocam uma marca poderosa. O nome por si só não torna uma empresa ótima.

Resumindo

O que há num nome? Muito. Embarcar numa mudança de nome não é uma coisa pequena. Não faltam motivos para mudar o nome da sua empresa. (E pelo menos as mesmas razões porque não deve).

Se no final, os motivos para mudar o nome superam os motivos para não o fazer, tem uma emocionante, embora às vezes árdua caminhada pela frente. No entanto, vale a pena o esforço.

Quando for a hora certa e os recursos disponíveis, nada poderá revigorar uma marca enfraquecida como um novo nome. Lembre-se de manter a mente aberta e, mais importante, confiar no processo.


A DesignPT Agência Digital ajuda a comunicar o melhor que a sua marca tem às pessoas, de forma inteligente.

Peça-nos um orçamento, contacte-nos agora, invista na sua imagem.

Artigos relacionados:
Os 3 maiores riscos de fazer rebranding
6 Formas de fazer rebranding, sem fugir ao orçamento
6 Lições de Branding que podemos aprender com a Apple
Como uma boa agência ajuda no seu re-branding
O que é uma marca?
5 Dicas para Transmitir Confiança na sua Marca
5 Razões para Investir em Branding

Logótipo
Design logótipo profissional
a partir de €200

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.


Notice: presscore_display_share_buttons_for_post foi chamada incorrectamente. Function is deprecated, use the7_display_post_share_buttons instead. Por favor veja Depuração no WordPress para mais informações. (Esta mensagem foi adicionada na versão 7.8.0.) in /home/joaoxgaz/public_html/wp-includes/functions.php on line 4970

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment