Imagem de criar site para negócios.

O seu tempo é valioso. Se quer dominar uma parte do seu mercado, tem de agir depressa, mas bem. Atualmente criar um website não é algo que se deve fazer, é algo que se tem de fazer.

Quer decida fazer site por si próprio(a) ou pedir a uma agência para fazer o design e implementação, vale a pena saber os passos envolvidos no processo.

Se ainda não tem algum tipo de presença online, precisa de agir rapidamente, porque está a perder para a concorrência. Encare o seu website como a montra da sua loja ou do seu escritório. Mesmo uma simples montra é melhor do que nenhuma de todo. Pelo menos assim as pessoas poderão encontrá-lo.

Isto não é desculpa para mandar criar um website “às três pancadas”. Nunca sacrifique qualidade. Devemos agir depressa, mas bem.

Nunca sacrifique qualidade

A qualidade é importante no internet marketing. O seu website é parte da sua estratégia de marketing e é um bem ativo do seu negócio. Se não se mete em atalhos nos seus documentos empresariais, porque iria querer fazer o mesmo no seu website? Criar site não tem de ser difícil.

Ter qualidade não significa algo completo. Todos aqueles apetrechos que algumas pessoas querem podem esperar enquanto cria algo significativo e lança o seu website.

O seu website design deve ser simples e concentrar-se na informação mais importante para ganhar a atenção do utilizador e gerar mais tráfego.

1. Escolha um nome de domínio

Nome de domínio

Passo 1. Arranje um nome dum domínio (www.exemplo.com)

Escolher um nome para o seu domínio é quase como dar o nome a um bebé, tem de ser adequado. Escolha o seu domínio com base no nome do seu negócio para que as pessoas o possam encontrar facilmente (especialmente se o nome for incomum, mas fácil de memorizar).

Se escolher um nome de domínio do género “www.gostodeframboesas”, mas a sua empresa chama-se Adega das Framboesas, não vai ser tão óbvio nem trazer pessoas para o seu website como poderia. Faça com que a associação do nome seja fácil para os seus potenciais e atuais clientes, começando com o nome de domínio.

E se o domínio já estiver tomado?

  1. Adicione outra palavra ao nome do domínio, como a cidade onde está a sua empresa, ou então alguma letra ou palavra que mantenha o significado inicial do nome da sua marca.
  2. Contacte a pessoa que tem o domínio que quer, pois ele ou ela poderá estar disposto a vendê-lo, mas será mais caro do que comprar um novo domínio que já esteja disponível.

Devo usar um nome de domínio genérico?

Muitas pessoas pensam que nomes genéricos como www.framboesas.com são bons, mas isto não é bom para a maioria das empresas. Escolha algo que reflita o nome do seu negócio, não um termo genérico. Os seus clientes estão à sua procura, não de informação genérica sobre framboesas.

Quão extenso deverá ser o nome do domínio?

Um domínio pode ter cerca de 60 caracteres, mas isto não significa que tenha de ir até ao limite. Um nome curto de domínio é mais eficaz porque é fácil de lembrar. Um nome longo, pelo contário, é mais difícil de lembrar.

Cuidado ao escolher certos símbolos como hífens, ou usar plurais em palavras, ou ter artigos definidos como “o” ou “a” antes do nome do seu domínio. Se essas letras/palavras adicionais não fazem parte do nome do seu negócio, é melhor não os colocar. As pessoas esquecem-se de adicionar palavras ou hífens quando o tentam encontrar.

Se existir outro site chamado “www.adegaframboesas.com” e você tem “www.adega-framboesas.com”, é bem provável que esteja a enviar tráfego (visitantes) para o seu concorrente. Tenha em mente o seu (potencial) cliente e respeite o seu tempo. Eles ficarão frustrados se acham difícil encontrar o seu website.

Escolha um nome que seja fácil para os seus clientes se lembrararem, escolhendo um nome de domínio que reflita a sua marca, o seu negócio.

2. Escolha uma empresa de alojamento

Servidores web

Passo 2. Alojar o seu website com planos de alojamento.


Depois de escolher o nome do seu domínio, próximo passo é saber como irá mostrar o seu website dentro desse domínio. Um alojamento web irá ligar o seu site à internet.

Pense num alojamento como o disco rígido do seu website, é aí que toda a informação dele é armazenada. Se o alojamento falha, não há website para ninguém, portanto escolha uma empresa fiável.

Existem três tipos de alojamentos web.

  1. Alojamento partilhado – este é o plano mais económico, que pode estar por vezes limitado a um domínio. Pode ter outras limitações, tais como banda larga, armazenamento e outras funcionalidades. Estes planos partilham espaço de servidor com outras pessoas, mas são normalmente a melhor escolha para um website pequeno. Mais tarde, quando começar a ter muitos milhares de visitantes e a crescer o seu website, poderá querer ter um servidor dedicado.
  2. Servidores dedicados – este tipo de planos são mais caros, mas o cliente fica com o seu próprio servidor. Por vezes pode ser necessário passar dum servidor partilhado para um dedicado após o seu negócio começar a ganhar tração e ter muitos visitantes. Se está a pensar crescer mas começou com um plano partilhado, escolha um servidor para o qual possa fazer a transição pacíficamente do seu website para um alojamento dedicado.
  3. Contas de revendedor – uma conta de revendedor permite vários planos individuais dentro duma única conta. Se planeia ter vários pequenos websites, esta será provavelmente uma escolha adequada.

3. Mapear o layout do website

Layout de website em mockup

Passo 3. Mapear layout do site.


Está na altura de criar o seu site. Quer contrate uma agência ou decida fazer por si mesmo(a), é importante elaborar um plano para orientar os seus (potenciais) clientes pelo website.

Recomendo que use uma CMSContent Management System (gestor de conteúdos) integrada no seu website. Um gestor de conteúdos é o painel de controlo de edição de conteúdos do seu website, que pode usar para atualizar conteúdo no seu site. É no gestor de conteúdos que irá adicionar imagens, criar novas páginas e artigos de blog.

Pense nas páginas que o seu website necessita. Estas páginas irão depender do seu negócio e da sua indústria.

Além da homepage, necessita ter outras páginas essenciais, tal como “Sobre nós”, “Contactos”, entre outras. Analise outros websites da concorrência, adaptando ao seu caso.

Pense como um visitante iria navegar pelo seu website. A informação que ele ou ela precisa tem de estar visível e estrategicamente posicionada. Os seus contactos devem estar visíveis e disponíveis em vários sítios, e o seu blog (se tem um no website) é facilmente encontrado.

Recomendo ter uma secção de blog no seu website porque é uma boa forma de mostrar a sua experiência e dá aos (potenciais) clientes uma perspetiva do seu negócio, além de o(a) ajudar a destacar-se do resto da sua indústria.

Após decidir sobre que páginas terá, escreva uma lista dos nomes delas e segmente-as em grupos para o seu menu de navegação. Ao fazer isto, terá o seu mapa do site feito.

4. Criar conteúdo para o seu site

O conteúdo é rei (de espadas)

Passo 4. O conteúdo é rei (agregue valor às pessoas)


O conteúdo é rei. Se é a primeira vez que lê isto, não será a última. Se quer causar uma boa impressão nos visitantes do seu website, convém perceber o valor do marketing de conteúdos (content marketing). Este é considerado importante para acrescentar valor aos seus visitantes, assim como a nível de SEO (otimização motores busca).

À medida que for preenchendo o seu website com conteúdo de valor, irá ganhar leitores e definir-se como um líder de opinião na sua indústria, e obter mais clientes.

Enquanto ganha mais exposição e começa a crescer mais, o posicionamento do seu website irá melhorar, o que irá levar por sua vez a mais vendas e mais exposição. Este é o poder dum website bem gerido, de alta qualidade e produz bom conteúdo que agrega valor às pessoas.

5. O poder do “como”

Google suggest "criar site"

Passo 5. O que as pessoas pesquisam?


Explicar o “como” é uma das melhores maneiras de captar a atenção das pessoas. Quando alguém está interessado em alguma coisa, eles irão prestar-lhe atenção se lhes apresentar a informação da maneira certa.

Guias bem escritos e planeados como este dão aos leitores informação precisa e posicionam a sua empresa como uma fonte de conhecimento credível.

Após ter ganho a reputação de expert no seu mercado, o seu alcance irá crescer espetacularmente. Basta começar a escrever uma frase e será apresentado com sugestões. Isto é uma funcionalidade poderosa, use-a.

1424695904_ktipDica do autor: Pense em como é que os seus clientes pesquisam coisas na web. Quais as perguntas e soluções que eles estão à procura? Use a ferramenta de sugestão do Google para saber o que as pessoas estão a pesquisar.

6. Abrace o blogging

Adicionar artigo

Passo 6. Escreva artigos, faça blogging.


Um blog ativo é importante para um website de sucesso. Se quiser ascender ao topo dos motores de busca, esta é uma das coisas que tem de fazer, publicar artigos de qualidade. Para bons exemplos, veja os artigos que publicamos no nosso blog.

Isto não significa que tem de escrever. Se escrever não é o seu forte, delegue essa tarefa a alguém da sua equipa que o consiga fazer. Ou contrate serviços de produção ou escrita de conteúdos.

O seu blog dá a cara pela sua marca. Escreva conteúdo original (não duplicado ou copiado) e certifique-se que não tem erros gramaticais, pois isso é amador.

Um blog pode ser o meio para passar informação aos seus leitores e ser um reflexo do seu negócio. Por exemplo, uma agência digital como a nossa pode escrever um artigo de como criar um logótipo para empreendedores que estão a começar um novo projeto e precisam dum logótipo profissional.

O seu blog pode ser um sítio para colocar ideias sobre o que se passa na sua indústria, ou notícias no meio do seu mercado, ou sobre a sua empresa, informação de novos produtos, ou seja o que for que os seus clientes queiram ler.

Eis algumas dicas para criar conteúdo no seu blog.

  • Seja criativo com nova informação. Não fique a escrever o mesmo tipo de informação. Os seus leitores gostam quando toma uma abordagem fresca a tópicos antigos.
  • Escreva para a sua audiência. Se não sabe quem é o seu público-alvo, está na altura de saber. Conheça o seu buyer persona e crie o seu conteúdo para eles.
  • Crie uma lista/notícias da sua indústria. As pessoas gostam de estar por dentro dos acontecimentos. Ao tornar-se uma boa fonte de informação dos seus clientes, irá ganhar a confiança deles.
  • Escreva sobre um tópico controverso na sua indústria. Desde que o seu conteúdo não seja ofensivo, pode usar o seu blog para gerar controvérsia no seu mercado. Isto vai envolver os seus leitores e posicioná-lo como uma fonte credível de informação (desde que consiga corroborar o que escreve).
  • Mostre infográficos e coisas visuais. O blog é um bom sítio para mostrar gráficos e imagens apelativas. Os infográficos e vídeos tornam um artigo mais interessante e dizem mais do que apenas as palavras. Use sites como o Visual.ly e o Canvas para criar imagens gratuitamente.
  • 7. Mostre o seu conhecimento com artigos

    Escreva artigos no seu blog

    Passo 7. Escreva artigos no seu blog.


    Os artigos que escrever para o seu blog devem acrescentar valor aos leitores e visitantes do seu website.

    Os artigos deverão:

    • conter opiniões informadas baseadas em estudos
    • poderão estar vocacionadas para um determinado público-alvo
    • apresentar estatísticas no artigo para torná-lo mais credível
    • mostrar detalhes e informação sobre o seu mercado
    • ter informação organizada por categorias

    8. Mostre testemunhos de clientes satisfeitos

    Exemplo de testemunho

    Passo 8. Inclua testemunhos de clientes.


    Investiu bastante esforço no seu negócio, e os seus clientes gostam de si e do que faz. A melhor maneira de mostrar isso ao mundo é com os testemunhos dos clientes satisfeitos.

    Os comentários dos seus clientes podem servir como estudos de caso dos seus serviços. Inclua testemunhos no seu website para mostrar a potenciais clientes aquilo de que é capaz.

    Se a maioria das pessoas não ouviu falar em si, com os testemunhos irá gerar prova social. Isto é particularmente importante se vender produtos online.

    P.S.: Experiência do utilizador

    Enquanto prepara o lançamento do seu website, tenha em conta a experiência do utilizador. Não escreva o seu conteúdo para um motor de busca ao atafulhar palavras-chave em tudo o que é lado.

    Em vez disso, escreva para que as pessoas se sintam envolvidas com o seu produto ou serviço. Não tenha música ou vídeos no seu website em auto-play pois o seu visitante poderá estar no trabalho a ver o seu website e o som começa a tocar, o que não é apropriado.

    Quer que as pessoas voltem ao seu website, mas será chato para elas se cada vez que aterram no seu site têm de sair do vídeo de todas as vezes. Pense então na experiência do utilizador nesta e noutras escolhas que fizer a nível de design e usabilidade.

    Envolva os seus visitantes com um layout profissional e conteúdo de qualidade, mostrando o que tem e com uma apresentação simples, elegante e fácil de consumir.

    Criar um website pode parecer uma tarefa monumental, mas com estas dicas será mais fácil. Concentre-se em criar bom conteúdo, planeie bem as coisas e irá criar um grande website.

Gostou do artigo?

Receba conteúdo de marketing e ferramentas para aumentar as vendas e crescer a sua empresa.

2 comentários

    • Luís, obrigado pelo teu comentário, espero que consigas aproveitar isto e lhe dar bom uso.

      Não te faças de estranho, aparece mais vezes.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment